Menu da Rede

img 20211120 150330

Veja como foi o 20 de novembro em Salvador

  • Capa
  • Economia
  • Após escândalo da BTG, STF ratifica privatização do Banco Central

Economia

Após escândalo da BTG, STF ratifica privatização do Banco Central

Áudio vazado de André Esteves expõe relação golpista da burguesia nacional com o capital financeiro, que se apossa do BC com apoio do STF

Banco Central do Brasil – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Nesta semana, um áudio vazado do banqueiro André Esteves, dono do Banco BTG, mostrou toda a relação golpista e corrupta dos banqueiros com o Governo Federal e a cúpula do Banco Central. Divulgado pelo sítio Brasil 247  e a TV 247, o áudio revela a ligação telefônica do presidente do Banco Central para o tal banqueiro a fim de tirar dúvidas sobre a situação financeira e política do País. O Banco Central está a cada dia sob controle e influência desses banqueiros parasitas.

Esses parasitas manipulam e controlam o período do mandato do presidente do Banco Central para que ele comece no meio do mandato do presidente da República e termine na metade do mandato do próximo presidente do País. Essa jogada dificulta o controle do poder executivo.

Artigos Relacionados

A política imperialista, que nessa crise do capitalismo moderno vem conduzindo os países em desenvolvimento com violência e ditadura, está controlando todas as instituições, agora de forma ainda mais excludente, pois os representantes da população estão sendo excluídos. Recentemente a PEC 05, que daria um mínimo de controle popular por meio do Congresso ao Conselho do Ministério Público, foi rejeitada na Câmara dos Deputados, inclusive com apoio massivo e vergonhoso do PSOL, PDT e Rede.

O recrudescimento do controle dessas instituições pela burguesia também está no principal banco do país. Para tamanha façanha golpista, o Supremo Tribunal Federal (STF)  referendou por 8 votos a 2 o golpe contra as finanças do Brasil em um julgamento ocorrido em agosto de 2021, quando a Corte golpista considerou válida a lei que dava autonomia ao Banco Central. Essa lei havia sido aprovada na Câmara e no Senado em 2020 e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro(sem partido) no mês de fevereiro de 2021.

Esse julgamento do STF em favor da autonomia do Banco Central, que significa entregá-lo ao capital financeiro especulativo, que age de encontro aos interesses nacionais e do Estado brasileiro, fora provocado pelo PT e PSOL, que argumentaram que o rito de aprovação do projeto foi inconstitucional. Além dessa inconstitucionalidade, esses partidos ratificaram a ideia de que a autonomia do Banco não respeita a Constituição e tira do Estado a função de fiscalização e incentivo das atividades econômicas. Apenas dois ministros concordaram com as alegações dos petistas e psolistas.

Hoje, o PSOL, apesar de ter entrado com o PT contra esse ataque à economia nacional, rejeita com unanimidade a PEC 05 que daria mais participação popular ao Ministério Público, o que demonstra a filiação desses ditos “socialistas” ao imperialismo.

Segundo Rui Costa Pimenta, presidente Nacional do PCO, em Tweet divulgado no dia 25 de outubro,

“Por 8 votos a 2, STF dá o controle da política monetária aos banqueiros. Considerar como independente uma parte das decisões do Estado que não é eleita, é uma verdadeira privatização da função pública ou seja, um verdadeiro caso de corrupção”.

Rui Costa Pimenta ainda mostra o caminho para libertar a economia nacional desses exploradores:

 ”Sem a estatização dos bancos privados, todo o povo terá que continuar trabalhando para sustentá-los, a economia vai continuar retrocedendo em termos históricos e o regime político será cada vez mais dominados por eles”. (@Ruicpimenta29)

É preciso denunciar a farsa dessas instituições burguesas, cuja composição não representa a população. Sem a estatização de todo sistema bancário, a economia nacional continuará refém dos desmandos e roubos do capital financeiro, como estamos vendo agora com a inflação galopante e esses criminosos não se compadecem. Apenas seguem as famigeradas leis desse mercado em crise que coloca os oprimidos para pagar a conta e morrer de fome.

Pela real independência do Brasil, lutemos pelo Fora Bolsonaro, Lula Presidente e estatização de todo patrimônio nacional entregue à iniciativa privada, para que de fato o povo possa controlar suas instituições e seu patrimônio, gerando emprego, saúde, educação e distribuição de renda.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.