Menu da Rede

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

  • Capa
  • Economia
  • A mesma “novidade” toda semana: projeção de inflação subiu

Cada vez pior

A mesma “novidade” toda semana: projeção de inflação subiu

A crise econômica e da pandemia estão em crescimento vertiginoso, e as vítimas, como sempre, são os trabalhadores

O mercado financeiro pressiona Bolsonaro por mais agressividade neoliberal – Foto: Central Única dos Trabalhadores

Receba o DCO no Email

Pela 33ª semana consecutiva, o mercado financeiro aumentou a previsão de inflação. Se for confirmada, será a 1ª vez desde 2015 que ela atingirá dois dígitos. Tanto os especuladores, como os especialistas têm a mesma expectativa. As informações foram divulgadas pelo Banco Central através do Boletim Focus, de divulgação semanal das reuniões do Copom (Conselho de Política Monetária), e a última deste ano vai ocorrer em 07 e 08 de dezembro.

Como diz o ditado popular, a desgraça nunca vem sozinha, por isso outros indicadores da economia segue o mesmo padrão, de piora, onde o PIB também foi projetado novamente com diminuição do crescimento, dos 4,88% para 4,80% neste ano e para o ano que vem, 2022, a diminuição foi dos 0,93% para 0,70%.

Artigos Relacionados

A Selic, taxa básica de juros da economia, segue no mesmo patamar de 9,25% e está hoje em 7,75% ao ano. Espera-se que, no final de 2022, feche em 11,25%, quando a projeção anterior era de 11%.

O mercado financeiro manteve a projeção do dólar para o final deste ano e 2022 em R$5,50.

A economia segue ladeira abaixo, e com a pandemia fora de controle, pois o Estado nada fez para controlá-la, e com novas cepas do vírus onde o estado de São Paulo está voltando para a fase amarela, nada indica que possa melhorar e ainda que as projeções para o ano que vem são ainda piores que para este ano, não há luz no final do túnel.

Com isso, também assistimos ao aumento da renda dos capitalistas, dos banqueiros e grandes empresários, enquanto os trabalhadores seguem, desde o golpe de estado que derrubou um governo de esquerda, do PT, acumulando perdas diárias dos direitos trabalhistas e previdenciários, redução dos salários e um enorme desemprego em meio a pior pandemia da história do país de do mundo. E com as privatizações que fazem aumentar ainda mais o desemprego.

Diante desse quadro, o “mercado financeiro” pressiona e muito o Bolsonaro a ter uma política neoliberal ainda mais agressiva contra os trabalhadores e o próprio país, com a venda bem barata das riquezas ao capital estrangeiro imperialista, das empresas estatais, das reformas administrativa, fiscal e tributária, para salvar o capital à custa da fome e miséria dos trabalhadores.

Isso para fazer com que a direita, ajudada pela frente ampla, volte a governar como sempre fizeram, com muitas regalias ao capital e quirelas, quando muito, aos trabalhadores. Neste momento as querelas não vão chegar, o golpe de estado foi o sinal de que não estão dispostos a nenhuma concessão aos trabalhadores, pelo contrário, a ideia é a transferência do pouco que conquistaram com muita luta para os capitalistas. Com isso a luta de classe entrou no seu apogeu e só uma revolução é capaz de mudar o quadro.

Para reverter essa situação extremamente difícil para os trabalhadores, é preciso urgentemente se organizar em conselhos populares nas empresas, nas escolas e fundamentalmente nos bairros. Elaborar uma pauta de reivindicações contra os golpistas e ir para as ruas lutar por elas, e só sair das ruas quando todas tiverem sido realizadas.

Fora Bolsonaro!

Lula presidente!

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.