Menu da Rede

Conferência aprovou luta contra reformas e por Lula presidente

  • Capa
  • Economia
  • A direita com milhões em paraíso fiscal enquanto o povo come osso

Fome

A direita com milhões em paraíso fiscal enquanto o povo come osso

A inflação dispara e a fome e a miséria batem a porta dos trabalhadores

Moradores comem restos de açougue – Fonte: reprodução/agência O Globo

Receba o DCO no Email

O vazamento dos “pandora papers” colocou na mira varias figuras de governo da América Latina. Em destaque, Paulo Guedes, Ministro da Economia e Roberto Campos, Presidente do Banco Central, respectivamente. Guedes mantem uma empresa offshore em um paraíso fiscal, localizado nas Ilhas Virgens Britânicas, com US$ 9,55 milhões e Roberto Campos, uma offshore, mas no Panamá, com capital de US$ 1,09 milhão.

Em matéria do jornal Metrópoles, diversas figuras da direita apareceram nos documentos revelados, pessoas como Guillermo Lasso, o presidente do Equador, com offshore localizado no Panamá, ex-primeiro-ministro inglês Tony Blair e sua mulher, Cherie, se tornaram os proprietários de um casarão vitoriano de 8,8 milhões de dólares ao adquirirem a companhia das Ilhas Virgens Britânicas.

Artigos Relacionados

A direita em diversos países do mundo esta na folha de pagamento da CIA, são seus subordinados, responsáveis por contribuírem e articularem golpes pelo mundo todo, visando derrubar governos soberanos que cerceiam, mesmo que parcialmente o capital estrangeiro, seus cumplices, muitas das vezes são recompensados com fama, dinheiro e privilégios, como o caso do ex-juiz Sergio Moro, que vive atualmente nos Estados Unidos, diretor-sócio de uma empresa de consultoria.

Os paraísos fiscais são usados para lavagem de dinheiro, sonegação de impostos, ou ambos ao mesmo tempo; não atoa, figuras nefastas da direita usam tais contas para ocultar seus esquemas de corrupção, enquanto seu dinheiro encontra-se no paraíso, o país está no inferno a fome assola o Brasil, retornando em nível brutal, devido ao desemprego e subsalários para os trabalhadores, que se encontram cada vez mais no buraco com o avanço da politica liberal implementada por Guedes. A população está empobrecendo de maneira extremamente rápida e os produtos da cesta básica encarecendo na mesma velocidade, supermercados oferecem restos de açougue, ossos, pelancas e gordura e alguns oferecem as sobras em bandejas para venda, graças à politica liberal. Para os capitalistas, inimigos do povo, estrangular a população é a vantajoso, lucrativo, o exercito industrial de reserva lucro, menores salários e o lucro o mais alto possível.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.