Menu da Rede

enem 1 (1)

Principais vestibulares têm grande queda de inscrições

  • Capa
  • Sudeste
  • PSDB, odiado pelo povo, deve ficar longe dos atos da esquerda

Fora golpistas!

PSDB, odiado pelo povo, deve ficar longe dos atos da esquerda

A direita, que derrubou Dilma, prendeu Lula e elegeu Bolsonaro, não é bem-vinda nos atos. Somente a esquerda, em conjunto com a população, tem força para derrubar Bolsonaro

BolsoDoria em conjunto com o MBL, provando seu caráter golpista – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

O acontecimento mais marcante nas primeiras manifestações feitas com grande parte da esquerda durante a pandemia foi a expulsão do PSDB do ato popular ocorrido no dia 3 de julho. O  fato foi marcante não só por alfinetar a direita golpista e a esquerda pelega, mas também para atestar, na prática, que o dito “centrão” não é bem-vindo perto do povo, nem mesmo pintado de ouro.

A revolta contra os golpistas foi explícita nas ruas e nas redes, tendo esta aberto um debate na esquerda sobre a participação da direita ou não nos atos — debate este que foi impulsionado pela imprensa golpista para confundir os setores mais confusos e que não possuem um programa para seguir e tomar decisões coerentes e a favor da população.

Com o discurso de formar uma frente ampla contra o fascismo, estes setores confusos caíram fácil no papo da direita, incentivando essa política de aliança com os golpistas e promovendo um processo de inserção da direita nos atos, montando, portanto, uma armadilha para si mesmo. Para constatar isso, não é preciso voltar muito no tempo: os protestos em 2013 foram roubados pela direita, servindo de impulsionamento para o golpe dado em 2016 na presidenta Dilma Rousseff. Um direitista no meio da manifestação, depois outro e outro, até que a manifestação estivesse tomada pelos golpistas, com a esquerda sendo expulsa das ruas e suas bandeiras sendo baixadas a força —  alguns setores da esquerda pequeno-burguesa chegaram inclusive a apoiar as manifestações e o golpe.

Isso deveria ser o suficiente para não deixar a direita participar dos atos. Os clamores para que isso ocorra ecoam  pelo país, relatando cada assassinato, cada invasão, cada despejo e diversas outras desgraças cometidos pelos partidos da direita, sobretudo o PSDB. Basta lembrar que estes setores foram os responsáveis por derrubar Dilma, prender Lula sem provas e eleger Bolsonaro

Em vídeos: 6 crimes do PSDB contra a população

Entretanto, não satisfeitos em convidar a direita golpista para os atos, alguns elementos da esquerda pequeno-burguesa decidem ir aos atos da direita. Formado por movimentos como MBL e Vem Pra Rua, o ato ocorreu em separado após a recusa da população em aceitar esses setores nas manifestações. Mesmo isso não foi suficiente para que estes elementos da esquerda entendessem que a direita não é bem-vinda. Nesta manifestação, ocorrida no dia 12 de setembro, foi possível observar uma campanha intensa pela terceira via, inclusive com ataques ao ex-presidente Lula e ao PT — essa campanha a princípio ocorreu em menor escala dentro das manifestações da esquerda, enquanto estes setores direitistas encontraram uma brecha para participar. Bandeiras de Bruno Covas e de Ciro Gomes foram observadas aqui e acolá, deixando claro as intenções que efetivamente se expressaram na manifestação do dia 12.

Isso deveria ser o bastante para entender que a direita trabalha pelos interesses da burguesia, fazendo sua própria demagogia e utilizando a manifestação como palanque eleitoral para construir sua candidatura para 2022. Essa, provavelmente protagonizada por João Doria, iria se apresentar como “antifascista, democrática e científica”, sendo classificada pela esquerda pequeno-burguesa como “mal menor”, passando por cima de toda população e, uma vez no governo, privatizando tudo o que for possível, fazendo diversas reformas criminosas, atacando o direito dos trabalhadores, etc.

Apesar de todos os fatores apresentados, setores da esquerda que se colocam como direção nacional do movimento Fora Bolsonaro, promovem a convocação de um ato com a participação destes setores direitistas, promovendo o discurso de que a esquerda sozinha não é forte o suficiente para derrotar Bolsonaro e de que, por este motivo, era necessário se aliar inclusive com os setores golpistas que elegeram Bolsonaro, estando inclusos neste meio o PSDB, Cidadania, Solidariedade, etc.

O PSDB, assim como todos os outros citados acima, é um partido golpista, não tem nada a ver com a mobilização da esquerda. É um partido que sequer apoia o impeachment de Bolsonaro, não tendo tomado frente em nenhuma tentativa de impeachment — mesmo que tivesse, é evidente que se trata de pura demagogia —, além de notoriamente estar sempre alinhado com Bolsonaro no Congresso Nacional. Não é preciso nem citar o caso “BolsoDoria”.

Fica evidente, e precisa ser reforçado, que a esquerda não tem nada a ganhar com a participação do PSDB nos atos, quanto mais a população. É necessário que os atos contem com uma convocação em massa do povo e que sejam organizados por um frente de esquerda, que, por sua vez, atue ativamente para o crescimento e radicalização do ato, provando que a esquerda é a única que tem força para derrubar Bolsonaro de maneira real e popular.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.