Menu da Rede

Bolsonaro lança Programa Habitacional: Minha Casa, Minha Milícia

  • Capa
  • Cidades
  • Em ação criminosa da polícia, dois homens são executados em MG

Ribeirão das Neves

Em ação criminosa da polícia, dois homens são executados em MG

Um deles foi morto simplesmente por ter presenciado a execução do vizinho

Vizinhos denunciam os assassinatos – Arquivo

Receba o DCO no Email

Na tarde de quarta-feira, 28 de julho, dois homens, Jefferson Guilherme da Costa Santos de 20 anos e Bruno (nome dado pelos vizinhos) de 26, foram executados pela polícia no bairro Veneza, em Ribeirão das Neves.

Segundo relatos de vizinhos, o homem mais velho era foragido e havia se mudado para o local há pouco tempo, no entanto, teve sua casa invadida e foi morto pela polícia sem direito de defesa. Jefferson, que ainda não conhecia seu novo vizinho, trabalhava em uma empresa farmacêutica e no momento da abordagem estava no portão ajudando a filha de uma moradora do local, mesmo não tendo nenhuma relação com a investigação, foi pego à força pela polícia, espancado e executado.

Segundo a imprensa burguesa, que não deu espaço de fala nem para a família, nem para os vizinhos, a polícia entrou na casa por uma porta aberta e teria sido recebida a tiros pelos suspeitos, por causa disso então efetuou os disparos contra os jovens. Entretanto, conforme o relato da família de Jefferson, o sangue se encontrava no lado de fora da casa e o garoto foi atingido nas costas, o que prova a farsa na versão disparada pela imprensa burguesa. Além disso, Jefferson não tinha envolvimento com o tráfico de drogas, como foi dito nas matérias, trabalhava em uma empresa do ramo farmacêutica e cosmético na Rodovia BR-040, Jardim Colonial

O crime foi presenciado por dois de seus irmãos e por sua cunhada, que estavam em casa no momento, entretanto foram impedidos de gravar ou registrar o fato devido à ação truculenta da polícia, que tetava esconder as provas do assassinato. Os policiais continuaram impedindo os familiares de se aproximarem do corpo, e após um tempo o levaram como indigente para o hospital. Segundo a família, os documentos foram entregues no mesmo dia, mas sua existência não consta no laudo e eles não foram devolvidos, os policiais ainda teriam.

Outro fato inverídico apresentado pela imprensa burguesa é de que Jefferson teria trocado tiros com a polícia no Estado do Espírito Santo no dia 25 de junho. De acordo com a família e amigos, neste mesmo dia aconteceu a missa de sétimo dia de seu pai, Fábio Guilherme dos Santos, falecido por parada cardiorrespiratória, onde o garoto estava, desta forma não seria possível que ele tivesse participado da troca de tiros.

Este é mais um caso de assassinato da Polícia Militar, e mais uma vez os fatos apresentados pelos policiais não batem com a versão das testemunhas, o que mostra o tamanho da opressão e da violência usada contra a população. No dia 3 de agosto, terça-feira, será realizada uma manifestação, organizada pela família, na BR 040, altura do bairro Veneza, saindo as 06:00, com o objetivo de trazer justiça por Jefferson Guilherme. Precisamos do fim desta política genocida e principalmente de uma imprensa que defenda o povo, e não de editoriais reféns da burguesia exploradora.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.