Menu da Rede

“Interesses espúrios” do DCM, Boulos e IREE, diz H. Simonard

Ditadura dos Campos

GM tenta impedir ato em Várzea Grande (MT)

Os servidores públicos, assim como toda a população, não devem aceitar essa proibição antidemocrática, essa censura à liberdade de expressão

GM tenta impedir ato – Reprodução

Receba o DCO no Email

No último dia 28 (segunda-feira), os servidores do município de Várzea Grande (MT) realizaram uma carreata contra os ataques realizados pela prefeita Lucimar Campos (DEM) contra os servidores públicos municipais. A atividade foi organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público – Sub-sede Várzea Grande (Sintep- VG). Segundo o presidente do Sintep- VG, Juscelino Dias de Moura “foi um ato, hoje, dia 28 de setembro, em defesa e pela valorização do servidor público do município de Várzea Grande, que está há seis anos sofrendo com a gestão Lucimar Campos. Nós estivemos na rua hoje para denunciar as injustiças que a prefeita comete e vem cometendo contra os servidores públicos de Várzea Grande. E nós também denunciamos que, nesses seis anos de gestão Lucimar, os servidores estão sem progressão de carreira, estão sendo lesados em torno de R$250 a R$2000 cada servidor, estamos amargando quatro anos sem recomposição salarial”.

A carreata passou pelas principais avenidas da cidade e duas vezes a Guarda Municipal (GM), a serviço dos Campos, tentou impedir que o ato continuasse, inclusive colocando as viaturas no meio do caminho. Os servidores, no entanto, agindo acertadamente, não aceitaram essa censura e deram continuidade ao ato. Um dos argumentos da GM, acompanhada da secretária de Meio Ambiente, era que o volume do carro de som estava muito alto. Trata-se de um argumento cínico, pois os eventos dos Campos, muitas vezes realizados a noite, sempre se utilizam de um som altíssimo, ou seja, os Campos podem se expressar, mas os servidores não.

Artigos Relacionados

Juscelino relata: “Tentaram nos calar, mas nós não vamos nos calar porque é disso que eles têm medo, eles tem medo de povo na rua. Tentaram nos impedir na avenida Júlio Campos e na avenida 31 de Março. Jogaram o carro da guarda municipal atravessado no meio da avenida para que a gente não pudesse passar com o nosso carro de som, mas nós fomos corajosos e fomos para cima deles, conseguimos atravessar a avenida e chegamos onde tínhamos que chegar. Então estamos aqui pra dizer a toda a categoria que não tenha medo, que nós temos que dar um basta a esses ataques da prefeita Lucimar Campos. Chega de justiça! Chega de enganação! Chega de calote! Chega de golpe!”.

É preciso enfatizar que essa fala reflete a disposição de luta dos servidores e  que essa é a atitude correta a ser tomada. Os servidores públicos, assim como toda a população, não devem aceitar essa proibição antidemocrática, essa censura à liberdade de expressão, que mostra que em Várzea Grande existe uma ditadura da família Campos.

O Sintep – VG está preparando novo ato, ainda sem data definida. É preciso que, de fato, os atos se tornem cada vez mais frequentes contra a ditadura que se instaurou na cidade. Além disso, é necessário que os demais sindicatos do município se somem a essa iniciativa.

Veja o vídeo de um dos momentos em que a GM tentou impedir a realização do ato:

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.