A reta final das eleições: o que pode acontecer?

Luta bancária

Trabalhadores da CEF contra os ataques do governo

Trabalhadores da Caixa Econômica Federal preparam manifestações em todo o país contra a política da direção da empresa de ataques aos seus direitos e conquistas

CEF – Foto Reprodução

Receba o DCO no Email

Convocada pela Comissão Executiva dos Empregados da Caixa Econômica Federal e pela Confederação Nacional dos trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/Cut), realizou-se, no último dia 02 de dezembro, plenária dos ativistas da Caixa (militantes de base, delegados sindicais e cipeiros), com o objetivo de preparar os trabalhadores para a jornada nacional de lutas, que começa neste dia 07 de dezembro. O objetivo é dar uma resposta aos ataques da direção golpista do banco com a sobrecarga de trabalho (consequência da falta de pessoal), assédio moral para o cumprimento de meta de vendas, volta ao trabalho presencial, principalmente para o grupo de risco, contra a política de reestruturação, com o fechamento de agências e dependências bancárias, descomissionamentos e, o principal, contra a privatização, em defesa da Caixa 100% pública.

Além do dia 07, foi marcado para o dia 12 de janeiro 2022, data do aniversário de 161 anos da Caixa, como o Dia Nacional de Luta em Defesa da Caixa e de seus empregados.

A direção do banco está desenvolvendo uma política de sucateamento da empresa, onde já demitiu dezena de milhares de trabalhadores através dos famigerados PDV’s (Plano de Demissão “Voluntária”), fechamento de centenas de agências no país inteiro, reestruturação com a readequação do quadro funcional de diversas dependências obrigando a diversos funcionários serem redirecionados para outras agências em outros municípios, sabe-se lá onde, não havendo vaga no seu local de origem estão sendo obrigados a ir para outras agências, se optarem a ficar, a consequência é a perda automática das suas funções gratificadas, ou seja, um ataque gigantesco aos trabalhadores e à instituição pública com vistas à privatização.

Os funcionários que permanecem no banco, depois de diversos PDV’s, onde foi reduzido o quadro funcional drasticamente, vêm executando o trabalho de três ou mais trabalhadores, política essa que é um dos fatores fundamentais para o aumento do adoecimento dos seus funcionários.

A cada dia que passa, o governo golpista de Bolsonaro acelera os ataques aos trabalhadores, sobre a base de um brutal ataque às já precárias condições de vida dos trabalhadores.

Contra as medidas da direção da empresa, é necessário que as organizações de luta dos bancários preparem uma verdadeira mobilização. A política de “pressionar” os banqueiros e o governo Bolsonaro sem mobilizar os trabalhadores é um beco sem saída. A única medida que os banqueiros entendem é a mobilização nas ruas, através dos seus métodos tradicionais de lutas, greves, ocupações, etc. Os dias de luta organizados pelas entidades dos trabalhadores da Caixa é um importante passo para derrotar a ofensiva reacionária da direita golpista de retirada dos direitos dos trabalhadores e da política de entrega do patrimônio do povo brasileiro para os capitalistas e banqueiros, nacionais e internacionais.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.