Análise política da semana será no XI Congresso com transmissão

Bahia

Trabalhadores da BBTS estão em greve há mais de 100 dias

Trabalhadores exigem reajuste salarial

Terceirização é um ataque aos trabalhadores – Arquivo

Receba o DCO no Email

Esse Diário aproveita para denunciar nesta editoria a situação de total abandono dos trabalhadores do Banco do Brasil Tecnologia S.A (antiga Cobra Tecnologia).

De acordo com o documento encaminhado ao Diário Causa Operária, os trabalhadores relatam um pouco dos 107 dias da greve, seu início se deu no dia 27 de novembro de 2020. Naquele momento já havia ocorrido cinco rodadas de negociações para discussão do Acordo Coletivo dos Trabalhadores, referente à 2020/2021.

Apesar da empresa, subsidiária do Banco do Brasil ter obtido um lucro de 340%, aos trabalhadores foram oferecidos zero por cento nas primeiras negociações e na última chegou-se a 50% do INPC da época, ou seja, da inflação manipulada do governo golpista do Bolsonaro. A empresa teve R$ 17 milhões de lucro e os trabalhadores o rebaixamento salarial.

Conforme denunciam os trabalhadores, o Sindados-BA em nenhum momento esteve disposto a impulsionar o movimento grevista. Fez como inúmeros sindicatos espalhados pelo país que, preferiram fechar as portas das entidades sindicais no ano de 2020 após o início da pandemia e deixaram os trabalhadores à própria sorte. Esta política de deixar os sindicatos fechados perdura até hoje.

A BBTS começou a fazer retaliação junto aos trabalhadores e começou a cortar os salários. Diante da inatividade da sua direção, resolveu formar uma comissão dos trabalhadores para acompanhar de perto as negociações. Formada por três membros, solicitou à Justiça participação no processo, diante da perceptível sabotagem processual do SINDADOS-BA contra o movimento. Ficou constatado no processo, onde foi pedido liminar para devolução dos salários cortados, que não anexaram provas como contracheque e extrato de conta bancária, demonstrando os descontos, que já estavam em seu poder desde 30 de Dezembro de 2020.

Após audiência de conciliação de 04/02/2021, aonde não se chegou a nenhum acordo, nem mesmo relativo aos cortes salariais, mas o contrário, a empresa que havia feito cortes parciais nos salários, confiscou os salários dos trabalhadores em 100% do salário, além do vale alimentação e refeição, uma clara tentativa de cessar o movimento grevista. O que fica, mais uma vez, demonstrado que a Justiça, longe de atuar em auxilio dos trabalhadores, serve para acobertar a atitude dos patrões, no caso o Banco do Brasil, que detém o controle BBTS.

Diante da situação atual dos trabalhadores, os colegas de trabalho, em nível nacional fizeram doações, o que está dando fôlego ao movimento.

Conforme o documento enviado pelos trabalhadores da BBTS à esta redação, as reivindicações são de ganho real de 5% no salário e isonomia no plano de saúde. Isto porque os trabalhadores que ingressaram na empresa até outubro de 1996 são isentos de pagar o plano de saúde básico, enquanto isso alguns trabalhadores tem descontos de 30 a 60% do salário, alguns chegam a pagar de plano de saúde + coparticipação R$ 1.200,00. Tem trabalhadores recebendo valor líquido de R$ 500,00 reais no final do mês, é um valor descontado muito elevado, junto com mais cobranças de coparticipação do plano.

Ainda segundo o documento, a categoria cobra o cumprimento de cláusulas de ACTs anteriores que estão sendo descumpridas, normas internas novas aplicadas aos obreiros com contrato em curso violando o direito adquirido, a artigo 468 da CLT e a Sumula 51 do TST. Além do PCCS 2009 que a empresa não vem concedendo a progressão que é anual e automática.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.