RCP: “Lugansk vive um governo operário”

Golpe na praça

Privatização da CEB no DF: Ibaneis passa por cima de liminar

O governo bolsonarista Ibaneis, em Brasília, realizou o leilão da CEB mesmo com a liminar do TJDFT que impediu leilão de empresas estatais sem a devida tramitação na Câmara

CEB – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

O governo bolsonarista/fascista, capacho dos países imperialistas, da Capital Federal, Ibaneis Rocha, em leilão realizada nesse dia 04 de dezembro, na Bolsa de Valores de São Paulo, entregou, a preço de banana uma das mais importantes empresas estatais do DF, a Companhia Energética de Brasília (CEB).

O caráter fascista autoritário do governo Ibaneis, mais uma vez ficou demostrado quando realizou o leilão da CEB, mesmo depois que a desembargadora do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), Fátima Rafael, conceder liminar para suspender o processo de venda, já que o governo não pestanejou e passou por cima da Lei Orgânica do DF que garante a tramitação, no caso de privatização das empresas estatais em Brasília, na Câmara Legislativa.

Como representante capacho dos países imperialistas, ao estilo Jair Bolsonaro que só falta lamber as botas do presidente Trump dos EUA, Ibaneis, demonstra todo o seu servilismo aos representantes capitalistas dos países imperialistas onde a Iberdrola, uma empresa espanhola, maior acionista e controladora do Grupo privado, Neoenergia, acabou arrematando a CEB por uma mixaria de R$ 2,5 bilhões. A Companhia Energética de Brasília atende praticamente à população de toda Brasília, com cerca de 700 empregados, com um faturamento anual de mais de R$ 4 bilhões (dados de 2019) com GDF detendo 80% das suas ações, esses números não deixa dúvida que a operação de privatização da empresa é a política neoliberal de entrega do patrimônio do povo brasileiro para meia dúzia de parasitas capitalistas e banqueiros nacionais e internacionais.

A privatização da CEB é mais uma ataque contra a população e, em particular, contra os trabalhadores da empresa. Todas as privatizações significaram a entrega do patrimônio público em benefício de grandes banqueiros e capitalistas. Por isso é necessário apresentar um programa de luta que permita aos trabalhadores intervir. Somente uma política de completa independência diante do governo e dos patrões poderá barrar a ofensiva reacionária da direita golpistas diante da enorme crise do Estado. O que se coloca para os trabalhadores e para o ativismo classista é a organização de uma gigantesca mobilização dos trabalhadores de todas as empresas estatais do DF, que passam pelo mesmo processo de privatização, para organizar a reação. Os trabalhadores da CEB, junto com as suas organizações de luta devem, imediatamente, identificar a greve da categoria e aprofundar a reação classista com a ocupação da empresa, para impedir a sua privatização.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.