Acompanhe o Resumo do Dia na COTV

Gestão de desempenho?

GDP na Caixa é mais uma medida de ataque aos trabalhadores

Aumenta a ofensiva dos golpista aos trabalhadores da Caixa Econômica Federal através dos famigerados planos de Gestão de Desempenho que, na real serve para demitir

Caixa – Foto Reprodução

Receba o DCO no Email

Dando continuidade à política de privatização do governo golpista Bolsonaro e, por tabela, de ataque aos funcionários, a direção da Caixa Econômica Federal coloca uma faca no pescoço dos trabalhadores, através de mais um mecanismo, “curva forçada”, do programa de Gestão de Desempenho de Pessoas (GDP) que, além de aumentar a possibilidade de assédio moral, também serve como justificativa para aumentar as demissões dos bancários da Caixa e abre mais um caminho para transformar, um banco 100% público, em uma Sociedade Anônima e, em seguida privatizar.

Para a Secretária Geral do Sindicato dos Bancários de Brasília e coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE), Fabiana Uehara, “65% do quadro dos funcionários estão classificados, na GDP, de razoáveis para ruim”. (Site Contraf/CUT 03/05/2022)

Uehara completa dizendo que, “é um mecanismo retrógrado, que foi abandonado pela iniciativa privada nos anos 1980, por não conseguir melhorar o desempenho dos trabalhadores e ser utilizado apenas para reduzir remuneração e justificar demissões. Mas, a Caixa, mesmo sabendo disso, resolveu implantá-lo para ‘criar uma nova cultura empresarial’ nos gestores e seus subordinados”. (idem)

A Caixa Econômica Federal está na linha de frente do governo golpista de ataques, com vistas para a sua privatização. Querem entregar, para os banqueiros nacionais e internacionais, este patrimônio que é do povo brasileiro. A ideia dos golpistas é implantar uma dura política de sucateamento do banco com demissões em massa, fechamento de agências e setores administrativos e, a tal da GDP, vai no sentido de preparar o banco para ser uma instituição de varejo, ou seja, uma S.A., cujo o objetivo é dar lucro para os parasitas acionistas capitalistas. Foi o próprio presidente do banco, o neoliberal, Pedro Guimarães, que deu declarações afirmando que não ver nenhum problema em privatizar a Caixa.

Os golpistas já começaram a fazer o fatiamento, pavimentando o caminho da privatização, como foi o caso da venda dos ativos: Lotex e a Seguradora, setores de maior rentabilidade para o banco, passando o controle para os capitalistas estrangeiros. Estão, também, na lista dessa entrega a quebra do monopólio da administração dos recursos do FGTS, na ordem no valor de R$ 300 bilhões (recursos esses utilizados para programas sociais), para beneficiar os banqueiros do Bradesco e do Santander.

Mais essa medida da direção da Caixa, de submeter os trabalhadores ao sistema de Avaliação de Desempenho, faz parte da política de enxugamento do pessoal que está em andamento na empresa. Se o trabalhador não atingir as metas imposta pelo banco, terá uma avaliação insuficiente dado pelos capatazes de plantão nas dependências, e abre a possiblidade de demissão do trabalhador.

Todo o aprofundamento dos ataques aos companheiros da Caixa é consequência do golpe de Estado no país que visa a liquidar com os direitos, conquistas e entregar para os parasitas capitalistas esse patrimônio que é do povo brasileiro, que tem uma função social de extrema importância para a população. Somente uma luta consequente contra o golpe, pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas; Por Lula Presidente: pode barrar os ataques da direita golpista.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.