Lula no Senai

Quem é mais de esquerda? Um torneiro mecânico ou um acadêmico?

Faltam apenas 3 dias

Conferência Sindical debate Plenária Nacional da CUT por Lula

Encontro Sindical do Bloco Vermelho vai debater programa, mobilização e organização independente da burguesia e da burocracia sindical

Cartaz da Conferência – Foto: Reprodução.

Receba o DCO no Email

A realização da Conferência Nacional Aberta da Corrente Sindical Causa Operária, nos próximos dias 15 e 16 de janeiro, em São Paulo, reunindo ativistas e dirigentes sindicais de todas as regiões do País, constitui-se em um importante passo no sentido da luta por uma nova direção, classista e de lutas, para o movimento operário.

Ela ocorre em uma etapa de aprofundamento da crise, e quando a maioria das direções sindicais e da esquerda encontra-se em uma situação de prostração e de falsas expectativas diante da situação, ainda dominada pela iniciativa política da direita golpista, apesar das claras tendências à polarização política puxada pela esquerda, especialmente pelo enorme apoio popular à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Artigos Relacionados

Uma importante iniciativa

A Conferência, majoritariamente presencial, vai contar com a participação de dezenas de militantes dos mais diversos setores como metalúrgicos, trabalhadores dos correios, servidores públicos, bancários, professores e outros trabalhadores da Educação, servidores do Judiciário, trabalhadores autônomos, aposentados etc. bem como de companheiros do movimento popular.

Estão se inscrevendo para o Encontro militantes do PCO e de outros setores da esquerda classista do PT, do PCPB, e de outras organizações de esquerda; ativistas e dirigentes da CUT e trabalhadores dos mais diversos setores.

A atividade visa dar continuidade, no terreno do movimento sindical e popular, à Plenária do Bloco Vermelho ocorrida em novembro passado, também em São Paulo, e visa preparar o polo classista e revolucionário,  constituído nas mobilizações em torno do movimento Fora Bolsonaro, para as grandes tarefas que estão colocadas para 2022 e que não serão resolvidas  de um ponto de vista favorável aos trabalhadores e à maioria do povo sem uma ação firme e decidida da classe operária  e do conjunto dos explorados na situação política, em particular dos seus setores mais conscientes.

Mobilizar por um programa de luta

A Conferência vai debater e deliberar democraticamente sobre a tarefa fundamental do momento que é realizar um amplo trabalho de agitação e propaganda entre os trabalhadores em seus locais de trabalho e moradia, que deve estar baseado nas reivindicações fundamentais dos explorados, como a questão da luta pela reposição das perdas salariais; a luta por um salário mínimo de R$ 6.500,00; a luta contra as privatizações, a luta contra o desemprego, entre outras – mas, também, a luta política maior do momento, por Lula presidente e por um governo dos trabalhadores.

Nesse sentido uma das propostas centrais que estará em debate no encontro é a realização de uma campanha para que a CUT e os sindicatos convoquem um Congresso Extraordinário ou uma Plenária Nacional por Lula presidente e pelas reivindicações dos trabalhadores, o que também pressupõe a luta pela revogação de todas as reformas contra os trabalhadores aprovadas pelo regime golpista, como a “reforma” trabalhista, a “reforma” da Previdência, o congelamento dos gastos públicos etc. bem como a extinção da política de “teto de gastos” que visa, exclusivamente, impor limites aos gastos com as necessidades dos trabalhadores, já que não há – e nunca houve – limites reais para as “doações” do Estado para os bancos e grandes monopólios capitalistas que, cada vez mais, parasitam os cofres públicos, expropriando os recursos dos impostos pagos pelos trabalhadores.

Por uma nova direção

A iniciativa visa também fortalecer a organização independente, classista, dos trabalhadores. Isso significa que, em um momento de crise e paralisia da burocracia sindical, é preciso lutar para construir organizações de base, como oposições sindicais e comitês de luta, que tenham uma imprensa própria para ser divulgada amplamente entre os trabalhadores, como instrumento de construção da mobilização independente e que não esteja limitada pela agenda da burocracia sindical.

Para isso, além das questões mais gerais do programa, a Conferência vai discutir também  a intervenção concreta nas categorias dos diversos setores presentes, como professores, metalúrgicos, bancários, trabalhadores dos Correios, operários dos Frios, servidores públicos, aposentados, movimento de luta por moradia, etc. 

Este Diário dará ampla cobertura ao encontro, para o qual ainda é possível se inscrever e participar, acessando a página de inscrição da Conferência Sindical Nacional da Causa Operária.

https://www.causaoperaria.org.br/rede/dco/politica/judiciario/urnas-eletronicas-serao-controladas-por-empresa-ligada-ao-psdb-moro-e-dallagnol/

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.