Polícia israelense espionou cidadãos com software Pegasus

Fora!

BolsoDoria pega alunos de surpresa e decide fechar escola

João Doria foi eleito para destruir o funcionalismo, um exemplo é a "reforma" da previdência que aumento a alíquota dos ativos e agora os aposentados também pagam

João Doria – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

No dia 17 de setembro de 2021, os professores, funcionários e alunos foram informados que a Escola Estadual Pedra de Carvalho, localizada no município de São Bernardo do Campo, SP, será fechada pela prefeitura requisitou o prédio e o Estado cedeu ao município.

A escola tem 28 turmas e quase 2 mil alunos matriculados e rematriculados para 2022. A comunidade tem interesse em continuar seus estudos nesta escola e está em choque pois é uma escola antiga no bairro. “Fomos informados que a Escola Estadual Pedra de Carvalho deixará de existir a partir do final de 2021. Muitos professore/as, aluno/as e ex-alunos ainda estão impactados com essa triste notícia” relatou um professor.

Houve um acordo entre o Estado e o município para o fechamento da escola, porém os maiores interessados que são os pais, alunos e a comunidade escolar somente foram comunicados, um absurdo, pois a escola tem uma história no bairro uma função social e além da questão afetiva tem a econômica, pois serão diversos funcionários que perderam seus empregos e os alunos terão que deslocar para outras escolas onerando os pais com o transporte.

Essa atitude mostra como o governador João Doria é “civilizado” e consequente com os trabalhadores, manda um comunicado que envolve milhares de pessoas e pronto. Isso tem acontecido em outros projetos maléficos do “civilizado”, como a PLC26 que vai tirar direitos básicos do professores como quinquênios, abonadas, sexta parte e abono de permanência.

João Doria foi eleito para destruir o funcionalismo, um exemplo é a “reforma” da previdência que aumento a alíquota dos ativos e agora os aposentados também pagam, um verdadeiro roubo do trabalhadores.

É preciso que os professores do Estado de São Paulo antecipem a assembleia que foi marcada para o dia 22 de outubro. É preciso reagir de conjunto, pois há fechamento de escolas, contra a PLC26 e contra as escolas que estão virando PEIs.

Os ataques á escola pública paulista vem sendo feita há mais de 25 anos com governos do PSDB, em 2015 houve a tentativa de fechar mais de mil escolas com a “reorganização” escolar promovida por Geraldo Alckmin, agora Doria veio para liquidar.

É preciso sair as ruas contra Bolsonaro e Doria que são os grandes paladinos da extrema-direita que surgiram para eliminar o serviço público de educação e saúde. Diante disso é preciso sair as ruas nesse dia 2 de outubro e pedir o Fora Bolsonaro, Fora BolsoDoria e todos os golpistas.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.