Assista ao programa Marxismo, às 18h, no canal oficial do PCO

  • Capa
  • Comando de Greve
  • A justiça é fascista: greve de ônibus em Aracaju é julgada ilegal

Ditadura

A justiça é fascista: greve de ônibus em Aracaju é julgada ilegal

No Brasil, o direito de greve é atacado constantemente pelo judiciário, direito este garantido pela Constituição

Os trabalhadores e suas organizações devem passar por cima das decisões fascistas do judiciário – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Os rodoviários de Aracajú estavam em greve desde o dia 2 de junho. Na última segunda-feira (06), a justiça ordenou a suspensão da greve, alegando que a greve feria a oferta de ônibus e autorizou o uso da força policial contra os piquetes da categoria. O sindicato, de forma errada, aceitou o recuo da greve. Porém, alguns trabalhadores, de forma correta, estavam impedindo a saída dos ônibus.

A cada dia que passa, estamos mergulhando em uma ditadura sobre o pretexto da defesa das instituições democráticas do Estado. Entretanto, presenciamos, na prática, a mordaça sendo colocada no povo trabalhador, provando que todo o aparelhamento do regime burguês vem no sentido de atacar os trabalhadores.

Temos aqui uma medida abusiva e ditatorial. Afinal, a Constituição Federal garante o direito de greve, mas, como está se tornando usual na justiça brasileira, os juízes criam leis para massacrar o povo e rasgam a lei máxima do País.

Fica cada vez mais claro que o que estamos vivendo se trata de uma ditadura. O pretexto de greve ilegal tem sido usado corriqueiramente nos últimos anos. Ou seja, é o regime burguês atacando um dos direitos mais fundamentais da classe operária, que é o direito à greve. Finalmente, são julgamentos arbitrários.

Na prática, uma das medidas que esses juízes têm aplicado para atacar as greves são multas diárias de cifras altas que ameaçam a extinção dos sindicatos, como foi o caso de Aracaju. Foi imposta uma multa diária de R$ 1.000,00 a todos aqueles que tentarem impedir a circulação dos veículos na cidade.

A greve, além de um direito histórico, é o único mecanismo efetivo de obtenção das reivindicações da classe operária. Nesse sentido, é preciso de uma medida de força contra tais determinações autoritárias da justiça. Os sindicatos liderados pela CUT e demais organizações dos trabalhadores devem realizar uma ampla campanha pelo livre direito à manifestação e à greve.

A justiça no Brasil está cada dia mais tirana, pois rasgaram todos os direitos dos trabalhadores em nome da agenda neoliberal de esmagamento do povo trabalhador. Os exemplos são muitos, como a perseguição ao presidente Lula, o Mensalão, a Lava Jato e, agora, as Fake News, além das inúmeras greves que são julgadas “abusivas”.

É uma medida fascista que deve ser ultrapassada pelos trabalhadores e suas organizações os quais, por sua vez, devem continuar e intensificar a sua greve. É preciso uma ampla campanha de luta contra a ditadura do judiciário sobre os demais poderes em nome de uma “democracia” do indivíduo. A democracia é, supostamente, o direito de todos. Greve, manifestação e liberdade de expressão são pilares fundamentais deste decadente regime que devem ser defendidos até às últimas consequências.

Somente a mobilização e a denúncia vai colocar em xeque essa política nefasta da ditadura do judiciário sobre a “cabeça” do trabalhador. Todo apoio a greve dos trabalhadores e pela retomada por suas reivindicações mais que legítimas.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.