Candidatura de Lula precisa ser defendida nas ruas

  • Capa
  • Notícias
  • Vargas Llosa enviou dinheiro para paraíso fiscal

Sonegação fiscal

Vargas Llosa enviou dinheiro para paraíso fiscal

Mais uma vez, escritor peruano direitista sai em lista internacional de sonegadores fiscais

Mario Vargas Llosa – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Ganhador do Prêmio Nobel(2010), ex-candidato a presidente do Peru em 1990, o escritor peruano Mario Vargas Llosa, 85 anos, aparece mais uma vez em uma lista de sonegadores de impostos. Dessa vez foi na Pandora Papers como um proprietário de uma empresa nas Ilhas Virgens Britânicas, um paraíso fiscal. O escritor recorreu a uma empresa offshore Melek Investing ente os anos de 2015 e 2017. Ela foi avaliada em 1,1 milhão de dólares. Os dados foram revelados pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos(ICIJ). Llosa usou essa empresa para canalizar sua receita de direitos autorais sem pagar impostos.

A primeira vez que o nome de Llosa saiu em uma lista de sonegadores foi em 2010, na lista da Panamá Papers, em uma época em que esse tipo de investigação internacional estava iniciando.

Artigos Relacionados

A notícia da divulgação do nome do escritor na lista da Pandora teve um impacto especial na Espanha. No país ibérico, Llosa havia participado da convenção itinerante do conservador Partido Popular(PP), onde afirmou que “o importante não é que haja lliberdade nas eleições, mas sim votar bem”. Em alusão ao seu país, Peru, onde a esquerda, com Pedro Castillo, havia ganhado as eleições e derrotado a direitista keiko Fujimori, Vargas Llosa afirmou: “Votar bem é muito importante porque os países que votam mal, como já aconteceu com alguns países latino-americanos, pagam caro”.

Essas declarações do escritor com a chegada dessa notícia de seu nome na lista gerou muitas críticas, como essa do porta-voz do United We Can(UP), Pablo Echenique, que disse ironicamente:  “É preciso votar nos fraudadores , evasores e nos que os protegem para que Vargas Llosa lhe diga que você votou bem “.

Sebasttián Piñera(presidente do Chile) e Guillermo Lasso(presidente do Equador) acompanham Llosa nesta lista, refletindo aí o nível de hipocrisia desses direitistas que vivem condenando a esquerda de corrupta, mas são eles os principais baluartes da corrupção.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.