Juliano Lopes

Membro da direção nacional do PCO e coordenador do Coletivo de Negros João Cândido.

Juliano Lopes é formado em Direito pelo Centro Universitário de Brasília, advogado e dirigente da Secretaria Nacional Jurídica do Partido da Causa Operária. Integrantes do Comitê Central do PCO, atuou durante anos como redator do Diário Causa Operária e é colunista do Jornal Causa Operária.

Coordenador do Coletivo de Negros João Cândido, o qual é responsável por elaborar e aplicar uma política democrática e revolucionária para o movimento negro, na organização da emancipação dos negros, que só pode ser completa com a revolução socialista e a abolição da propriedade privada e o fim da repressão estatal.

Membro da Direção Nacional do PCO. Secretário de Negros do Partido. Advogado.

Revista João Cândido

Não queremos a OXFAM, nós temos o povo

Um jornal feito com o dinheiro do povo negro, com sua contribuição, com suas reivindicações impressas, é o que se faz necessário

A revista João Cândido, do coletivo de negros do PCO, está em sua 15ª edição, pronta para tomar as ruas das periferias e favelas brasileiras. É fruto de um esforço partidário, do próprio coletivo, que busca financiar sua imprensa com recurso daqueles que a defendem, que a apoiam.

Uma revista com a temática negra, com as reivindicações do negro, impressa, deve ser festejada, especialmente por seu caráter independente, ou seja, não existem bancos, fundações internacionais, organismos imperialistas que estão bancando a propaganda.

Artigos Relacionados

Esse é um problema fundamental que a esquerda abandonou: a necessidade de uma imprensa independente, pois, como diz o dito popular, “quem paga a banda, escolhe a música”. 

No movimento negro esse problema é ainda mais grave. Dadas as deficiências do movimento, e a situação do povo negro; os ataques sofridos ao longo do tempo fizeram com que uma fina camada da classe média do movimento buscasse seu lugar ao sol, custe o que custar, com franco apoio do imperialismo. 

É o que estamos vendo, ao vivo, in loco, com os representantes da Coalizão Negra por Direitos (já carinhosamente apelidada de Coalizão Negra por Dinheiro), que, do dia para a noite, apareceram nos atos e manifestações como representantes da luta do negro, sabe-se lá por qual motivo (finalmente, ser negro não torna ninguém representante do movimento negro). Outros batem no peito, “sou da favela”! Isso também não faz da pessoa uma representante dos favelados. Mas enfim.

Aí, nessa nova geração identitária e histérica (quantos gritos nos carros de som, meu Deus!) se concentram recursos vindos da OXFAM, por exemplo, e, na pessoa de Douglas Belchior (apenas outro exemplo), recursos vindos da fundação do banco Itaú. É mais fácil enxergar isso como um militante apoiando a causa do banqueiro que o contrário. Finalmente pacificaram a relação bancos x negros, sempre conflituosa, por certo. Digo por experiência própria, até mesmo ancestral (risos).

Um jornal feito com o dinheiro do povo trabalhador, com sua contribuição, com suas reivindicações impressas, ali, escritas, prontas para serem repassadas, é o que se faz necessário no atual momento. Não uma coluna na Folha de S. Paulo, a revista esquerdista do golpe de Estado, em matérias que visam mais à autopropaganda de seus oportunistas autores.

Com dificuldades típicas do trabalho de organização da luta de um povo oprimido (e não poderia ser diferente), a imprensa negra precisa retomar o princípio de agitação e mobilização dos seus, em defesa de sua luta, pela derrubada do capitalismo e do regime racista, o que só pode ser feito junto de sua gente, pelo esforço de seu povo, e não pela corrupção escancarada.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.