Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
retratos
|

A noite de hoje (9) marcará a estreia da peça de teatro “Retratos de Chumbo – as rosas que enfrentaram os canhões”. Com texto e direção de Oséas Borba Neto, a peça é produzida pelo Grupo de Teatro João Teimoso, que já está em seu 18º ano de existência, e tem como mote a luta das mulheres contra a sanguinária ditadura de 1964-1985.

O primeiro ciclo de apresentações da peça “Retratos de Chumbo” acontecerá no Teatro Hermilo Borba Filho. Além de hoje, a peça estará em cartaz nos dias 10, 17 e 18 de agosto no mesmo teatro, que fica na região central da cidade do Recife.

A equipe da peça foi entrevistada ontem pelo programa Uzwela, da Causa Operária TV. Durante o programa, Oséas Borba Neto destacou a importância de denunciar as atrocidades da ditadura militar nos dias de hoje, em que o presidente ilegítimo Jair Bolsonaro presta homenagens a torturadores como o paraguaio Alfredo Stroessner e o brasileiro Carlos Brilhante Ustra.

O diretor da peça também revelou que “Retratos de Chumbo” deverá ser encenada em outros locais após o ciclo no Tetro Hermilo Borba Filho. Há a possibilidade, inclusive, de a peça ser realizada em São Paulo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas