Recife: comitês de luta contra o golpe exigem liberdade para Lula em ato contra a reforma da previdência

Ato

Da redação – Ontem (20), a Central Única dos Trabalhadores (CUT), em conjunto com outras organizações, convocou atividades em todo o país para protestar contra a reforma da previdência do governo Bolsonaro.

Eleito por meio de uma fraude escancarada, Bolsonaro só se tornou presidente porque o seu atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, mandou prender o ex-presidente Lula sem quaisquer provas e porque o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atropelou a Constituição e impugnou sua candidatura nas eleições de 2018.

Em Recife, foi marcado um ato na Praça da Independência, no Centro, a partir das 16h. Durante a atividade, os militantes dos comitês de luta contra o golpe – Comitê de Luta Contra o Golpe de Recife, Coletivo Lula Livre, Comitê de Luta Contra o Golpe de Brasília Teimosa e Comitê de Luta Contra o Golpe da UFPE – e os militantes do Partido da Causa Operária (PCO) defenderam a liberdade imediata de Lula e a queda do presidente ilegítimo Jair Bolsonaro.