San Juan de Lurigancho, Peru
Após duas mortes confirmadas pelo coronavírus na cadeia de Miguel Castro Castro, os presos organizaram uma rebelião pedindo liberdade e medidas efetivas contra a pandemia
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
cadeia peru Foto: Eitb
Imagem: Eitb |

Da redação – Presos da cadeia de Miguel Castro Castro, na cidade de San Juan de Lurigancho, no Peru, organizaram uma rebelião pedindo a chamada “extinção da responsabilidade penal”, que entrou em vigor no país como meio de impedir o contágio de coronavírus nas cadeias, mas que não vem sendo posta na prática. Outra exigência são ações efetivas contra a pandemia de coronavírus.

Duas pessoas morreram vítimas do COVID-19 na cadeia, porém, seus corpos ainda não foram buscados.

Familiares dos presos se aproximaram da cadeia pedindo informações, porém, a polícia impediu a aproximação. Os policiais acabaram entrando na cadeia e contiveram a rebelião utilizando a força, no entanto, não se sabe ao certo se foram utilizadas armas letais e se houveram feridos e mortos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas