Reabertura só com vacina
O sindicato das escolas particulares do Rio de Janeiro luta contra a reabertura das escolas em plena pandemia, pois isso vai representar um aumento no numero de infectados e morte
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
gettyimages-debate-praticas-sala-de-aula
Sala de aula | Nova Escola

O prefeito golpistas da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, autorizou que as escolas particulares da cidade do Rio voltassem a funcionar, desde quinta-feira dia 1 de outubro. A decisão foi lamentada pelo Sindicato dos Professores do Município do Rio e Regiões (SinproRio).

Os professores ficaram a mercê da contaminação, pois as pesquisas científicas e orientações dos institutos científicos, como a Fiocruz e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mostra que o distanciamento social é necessário para evitar o contágio do novo coronavírus.

O sindicato SinproRio, realizou no uma assembleia nesta sábado (3), convocada a partir das 14 horas para: “debater sobre este momento trágico e fundamental em que vivemos” .“Convocamos, novamente, professoras e professores que não nos tem nos faltado na luta, na resistência”.

Os golpistas que são empregados dos patrões e dos empresários estão promovendo a volta as aulas para salvar as escolas particulares, porém não estão sendo levadas em conta a vida das pessoas, pois o que importam é o lucro e não as vidas.

É necessário reabrir os sindicatos, retomar as assembleias presenciais e, dado o quadro ameaçador sobre a categoria, ir para a ofensiva contra a politica geral da direita, pois o imperialismo perdeu e ainda está perdendo com a suspensão das aulas, o que implica em uma pressão gigantesca dos tubarões do ensino pago pela reabertura das escolas e uma normalidade econômica que os atenda, em detrimento dos interesses dos professores, entre eles a própria vida.

Diante de toda a pressão que vem ocorrendo em favor da reabertura das escolas, os professores, estudantes e comunidade escolar geral devem se unir em um grande mobilização, pois a justiça uma hora da favorável ora contra, por isso somente uma mobilização nacional vai colocar em xeque essa politica nefasta de retorno as aulas presenciais.

Somente a greve e os piquetes caso se confirme a reabertura das escolas, terão força para barrar essa política genocida, pois a reabertura das escolas vai representar um aumento exponencial no número de infectados e consequentemente de mortos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas