Pandemia no Brasil
O governador João Doria, que chegou a ser tratado como herói pela esquerda pequeno burguesa por se indispor com Bolsonaro, pode levar as mortes em São Paulo a um aumento gigantesco
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Isolado-Doria-recua-e-elogia-pronunciamento-de-Bolsonaro (1) (1)
Bolsonaro e Doria | Foto: Reprodução

A reabertura do comércio por João Doria no estado de São Paulo fará com que o número de mortes no estado tenha um acréscimo de 71% no total de mortes, além das 5.500 mortes que já eram previstas até a primeira semana de julho. Sendo assim, o estado chegaria à primeira semana de julho com 24.900 mortos, segundo uma pesquisa em conjunto de pesquisadores da FGV e da USP.

É importante lembrar que João Doria foi tratado como herói nacional por parte da esquerda pequeno burguesa que não queria mobilizar a população contra Jair Bolsonaro e os demais fascistas. Segundo essa parcela da esquerda, Doria seria um herói por ter realizado por um curto período de tempo a quarentena no estado, para uma parcela minúscula da população, enquanto a maioria tinha de continuar trabalhando.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas