Coronavírus
Mesmo com o número de infectados e mortos, o governo só “tem ouvidos” para a burguesia
16ago2018---o-candidato-ratinho-junior-psd-durante-debate-candidatos-ao-governo-do-parana-realizada-no-tv-bandeirantes-parana-em-curitiba-1534470686395_1920x1243
Governador golpista, Ratinho Jr. | Foto: Reprodução

Na manhã dessa última terça-feira (30), o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD) fez uma reunião, para anunciar novas medidas restritivas nas cidades mais atingidas pelo novo coronavírus. De acordo com o governo, estarão presentes da discussão representantes do Ministério Público do Paraná (MP-PR), Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) e deputados da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Por meio de nota, o governo informou que está elaborando uma série de medidas para conter o avanço da Covid-19, mas descarta o fechamento total que, em geral, inclui também o fechamento de vias e proíbe deslocamentos e viagens não essenciais.

De acordo com boletim publicado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) nesta segunda-feira (29), o número de mortes provocadas pela Covid-19 subiu para 600 no Paraná. O estado registra ainda 21.089 casos confirmados da doença e de acordo com a secretaria, 820 pacientes que testaram positivo para a Covid-19 estão internados em leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) e privados. Desses, 297 ocupam leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

A taxa de ocupação de leitos de UTI adulto para Covid-19 no estado estava em 65% e de leitos para enfermaria em 46%, ainda conforme o relatório desta segunda-feira.

Ocorre que durante todo fim de semana houve uma discussão das alas golpistas de determinar ou não um verdadeiro estado de sítio no Paraná e como conclusão, os golpistas definiram que “ não é o momento ainda”.
Os capitalistas, ainda consideram que dá para colocar as massas operárias ao trabalho antes de uma convulsão social generalizada.

Vendo nitidamente suas receitas despencando em queda livre, a burguesia não aceita que os trabalhadores fiquem em isolamento para salvar sua vidas, uma vez que essa burguesia sobrevive da exploração da força de trabalho do povo, e quando os trabalhadores param, fica claro o desespero dessa classe sanguessuga.

Em momento algum o povo foi poupado dessa crise, e nunca recebeu medidas de assistência para permanecer em isolamento e agora, o que esse governo faz é jogar o povo no precipício da contaminação de vez. E é por essa razão, que a população precisa se mobilizar de forma organizada, e gritar pela saída dessa direita golpista e capachos de grandes capitalistas, para que seja barrado a chacina que estão praticando com o povo pobre e trabalhador. Fora Ratinho Júnior, fora Bolsonaro e toda a burguesia parasita.

Relacionadas
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments