Coronavírus
Mesmo com o número de infectados e mortos, o governo só “tem ouvidos” para a burguesia
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
16ago2018---o-candidato-ratinho-junior-psd-durante-debate-candidatos-ao-governo-do-parana-realizada-no-tv-bandeirantes-parana-em-curitiba-1534470686395_1920x1243
Governador golpista, Ratinho Jr. | Foto: Reprodução

Na manhã dessa última terça-feira (30), o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD) fez uma reunião, para anunciar novas medidas restritivas nas cidades mais atingidas pelo novo coronavírus. De acordo com o governo, estarão presentes da discussão representantes do Ministério Público do Paraná (MP-PR), Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) e deputados da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Por meio de nota, o governo informou que está elaborando uma série de medidas para conter o avanço da Covid-19, mas descarta o fechamento total que, em geral, inclui também o fechamento de vias e proíbe deslocamentos e viagens não essenciais.

De acordo com boletim publicado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) nesta segunda-feira (29), o número de mortes provocadas pela Covid-19 subiu para 600 no Paraná. O estado registra ainda 21.089 casos confirmados da doença e de acordo com a secretaria, 820 pacientes que testaram positivo para a Covid-19 estão internados em leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) e privados. Desses, 297 ocupam leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

A taxa de ocupação de leitos de UTI adulto para Covid-19 no estado estava em 65% e de leitos para enfermaria em 46%, ainda conforme o relatório desta segunda-feira.

Ocorre que durante todo fim de semana houve uma discussão das alas golpistas de determinar ou não um verdadeiro estado de sítio no Paraná e como conclusão, os golpistas definiram que “ não é o momento ainda”.
Os capitalistas, ainda consideram que dá para colocar as massas operárias ao trabalho antes de uma convulsão social generalizada.

Vendo nitidamente suas receitas despencando em queda livre, a burguesia não aceita que os trabalhadores fiquem em isolamento para salvar sua vidas, uma vez que essa burguesia sobrevive da exploração da força de trabalho do povo, e quando os trabalhadores param, fica claro o desespero dessa classe sanguessuga.

Em momento algum o povo foi poupado dessa crise, e nunca recebeu medidas de assistência para permanecer em isolamento e agora, o que esse governo faz é jogar o povo no precipício da contaminação de vez. E é por essa razão, que a população precisa se mobilizar de forma organizada, e gritar pela saída dessa direita golpista e capachos de grandes capitalistas, para que seja barrado a chacina que estão praticando com o povo pobre e trabalhador. Fora Ratinho Júnior, fora Bolsonaro e toda a burguesia parasita.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas