Fora Ratinho Jr.
O governo do Paraná está fraudando dados da Receita do estado para justificar seus ataques contra o funcionalismo.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
16ago2018---o-candidato-ratinho-junior-psd-durante-debate-candidatos-ao-governo-do-parana-realizada-no-tv-bandeirantes-parana-em-curitiba-1534470686395_1920x1243
Ratinho Jr. | Foto: Vinícius Boreki

O governo fascista de Ratinho Jr. está usando a pandemia e as doenças dos profissionais para justificar a perseguição, o congelamento e as demissões.

O governo do Paraná está fraudando dados da Receita do estado para justificar seus ataques (como congelamento da reposição salarial, demissões, etc.) contra o funcionalismo.

Os trabalhadores estão sendo obrigados a trabalharem doentes, inclusive no setor de saúde, um absurdo, os trabalhadores da saúde precisam ter assegurado a própria saúde.

Os dados são camuflados, pois se fossem mostrados os dados reais, o governo seria confrontado com a necessidade de pagar tudo que deve aos servidores. Com o aumento da alíquota da Previdência, que aumentou de 11% para 14%, e ainda diminuiu o teto de contribuições dos aposentados para o equivalente de três salários mínimos. Para muitas pessoas, isso representou uma queda gigantesca nos vencimentos.

Os servidores da saúde e educação estão sofrendo todo o descaso do governo Ratinho Jr. que já promovia o desmonte do Estado e agora, com a pandemia, está aproveitando que há um vazio nos movimentos por conta da doença.

Os golpistas e os patrões querem “jogar” toda a crise do capital nas costas dos trabalhadores, que os patões e os banqueiros, pois somente estão promovendo a miséria, a fome, a doença e o desemprego entre os servidores.

Os salários deveriam ser aumentados, pois os trabalhadores estão gastando mais, visto que é uma situação excepcional, os trabalhadores estão usando mais produtos de limpeza, álcool em gel, máscaras, mais água, mais energia elétrica, pois estão mais em casa e estão cuidando mais da saúde.

O uso de medicamentos também aumentou com a proliferação do vírus, o que gera insegurança entre as pessoas, com isso, elas tomam remédios para aumentar a imunidade e até remédios para ansiedade e depressão.

Diante do descaso é preciso colocar o bloco na rua, tomando os devidos cuidados, com máscaras, álcool em gel e o distanciamento necessário, para exigir as reivindicações dos trabalhadores.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas