Paraguai, Colômbia, Argentina, Equador e a evolução do golpe

golpe001

Ouça na Rádio Causa Operária (RCO), o que está ocorrendo com a direita na América Latina e com os regimes políticos em trecho específico da Análise Política da Semana:

“Temos visto aqui do ponto de vista eleitoral, que embora as eleições tenham sido ganhas pela direita, sendo o caso mexicano uma exceção. Em muitos casos vemos a evolução de governos de direita para a extrema-direita, no caso do Paraguai o presidente eleito é um homem ligado ao aparato militar na época da ditadura de Stroessner, que não foi modificado nem remotamente. É um caso parecido com o brasileiro, provavelmente os militares paraguaios tenham mais poder que os brasileiros.

A ditadura do Stroessner foi tenebrosa, com 30 anos. A vitória do Uribe contra o Rafael Santos é outro sinal. Ao mesmo tempo vemos que a esquerda está crescendo eleitoralmente. No Paraguai, a esquerda, se não fosse tão profundamente capituladora, poderia ter ganho a eleição, que foi fraudada. Os setores de base começaram a denunciar a fraude eleitoral, mas a cúpula rapidamente começou a abafar. Fernando Lugo, que foi eleito senador, abafou as denúncia, mostrando que a esquerda lá está em uma política de compromisso com os golpistas. Eles querem estabelecer um modo de convivência com os golpistas achando assim, ‘perdemos, recuamos, vamos estabelecer um novo status quo’.

Ao mesmo tempo que a esquerda paraguaia se adapta ao regime, ele vai para um regime ainda mais autoritário. Falar em democracia no Paraguai é ainda mais absurdo que falar no Brasil.

Na Argentina, os promotores pediram a prisão de Cristina Kyrshner, que está pendente da autorização do Congresso.”

Contribua com a Causa Operária TV para que haja uma programação melhor, com mais qualidade visual e mais diversidade de conteúdos. A Causa Operária TV é um esforço do PCO, que se receber apoio dos demais pode ficar cada vez maior.
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/contribua-com-a-causa-operaria-tv-fevereiro