Racismo legalizado: Israel passa a ser oficialmente “Estado-nação do povo judeu”

israel

O parlamento de israelense aprovou no dia 19 de julho uma lei que transforma o Estado de Israel em um estado de um país exclusivamente judeu.

A votação apertada de 62 votos  em favor do Estado judeu, contra 55 votos da oposição, levaram os parlamentares árabes fazerem um ato de protesto contra a nova lei, rasgaram a cópia das leis após a votação.

Essa decisão evidência o caráter racista do parlamento de Israel, que já está promovendo o aprofundamento dos ataques sionistas ao povo palestino.

Se a situação dos Palestinos em Israel já era parecida com o  “tratamento de cachorro”, com a oficialização do “Estado-nação” do povo judeu levará a um ataque fascista intenso, muito mais feroz que os campos de concentração nazistas da época da segunda guerra mundial.