Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
escandalo-dos-grampos-ilegais-de-moro-e-aposta-de-lula-no-stf-sergio-moro-lula
|

Da redação – O PT-DF vai protocolar hoje (12), às 18h, no Supremo Tribunal Federal (STF) pedido de anulação da condenação de Lula no processo do caso do triplex do Guarujá, devido à fraude comprovada do processo a partir das revelações de conversas entre Sergio Moro, Deltan Dallagnol e outros membros do Ministério Público, pelo sítio The Intercept.

Encabeçando o pedido estão a deputada federal Erika Kokay e o jurista Marcelo Neves, que irão protocolá-lo na tarde desta quarta-feira.

Moro foi completamente desnudado como um juiz absolutamente parcial, um inquisidor, a mando da direita golpista e do imperialismo, para perseguir e incriminar Lula. As próprias conversas mostram que ele deu conselhos a Dallagnol para que o processo contra o líder petista fosse tocado depressa. Por isso, o PT-DF afirma que a ação feriu o artigo 254 do Código de Processo Penal, lembrando que seu artigo 565 anula o processo em que um juiz tenha tomado partido.

“Em vista dessas disposições legais, a notória relação estabelecida pelo então juiz Sergio Moro com o procurador Deltan Dallagnol inquina de nulidade a Ação Penal nº 0465129420164047000/PR e as demais ações penais em que o ex-presidente Lula foi ou é réu e o ex-juiz Sergio Moro atuou como magistrado em todo o processo ou em parte dele. Não há outro caminho jurídico senão a imediata declaração de nulidade das referidas ações pelo Judiciário. Caso contrário, a magistratura sairá gravemente maculada por admitir atuação de magistrado parcial por vício de suspeição”, diz o documento a ser protocolado, conforme o portal Metrópoles.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas