Menu da Rede

As mentiras do imperialismo sobre os protestos em Cuba

Ala esquerda

PT confirma pré-candidatura de Marília Arraes no Recife

Decisão do Diretório Nacional enterra esperanças da ala comandada por Humberto Costa

Marília Arraes ao lado de Lula – Foto: Reprodução

Na noite da sexta-feira (31), o Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores aprovou o nome de Marília Arraes, atual deputada federal, para concorrer à prefeitura de Recife nas eleições municipais agendadas para este ano. Essa é a decisão final sobre a posição do partido perante a disputa na capital pernambucana.

As disputas por trás do nome de Marília Arraes alcançaram uma repercussão nacional nos últimos anos porque expressam, de maneira bastante clara, o conflito no interior do partido dos trabalhadores. Arraes, embora não seja uma militante antiga do PT — seu início na vida política se deu no PSB —, integra a ala lulista do partido. A deputada federal participou ativamente dos atos contra o golpe de Estado, bem como da luta pela liberdade de Lula. Por vezes, Marília Arraes também se colocou contra a política da “frente ampla”, denunciando os interesses de partidos golpistas como o PSB.

De outro lado da disputa, está a ala direita do PT, representada, nesse caso, pelo senador Humberto Costa. Ao contrário de Marília Arraes, Humberto Costa é um quadro bastante antigo do PT, tendo chegado, inclusive, a ser ministro da Saúde do governo Lula. Esse período permitiu que Humberto Costa obtivesse um controle de grande parte do partido, controle esse que tem usado, sistematicamente, para defender sua política de submissão à burguesia. Humberto Costa, pouco depois do golpe contra Dilma Rousseff, foi à revista Veja declarar que era preciso “virar a página do golpe”. Em Pernambuco, o senador tem sido o maior porta-voz do PT da aliança entre seu partido e o PSB.

Em 2018, Humberto Costa saiu vitorioso nesse conflito. Na época, o ex-presidente Lula estava preso e o senador conseguiu influenciar a burocracia do partido para inviabilizar a candidatura de Marília Arraes ao governo do estado. Como resultado, o PT acabou apoiando o atual governador à reeleição, Paulo Câmara (PSB). A decisão causou uma enorme crise dentro do partido. Marília Arraes e várias outras figuras do PT se recusaram a cumprir a deliberação e não apoiaram a candidatura de Paulo Câmara, nem mesmo a própria candidatura de Humberto Costa, que se reelegeu senador.

A decisão de lançar Marília Arraes em 2020 não significa uma mudança da política do PT de conjunto, mas sim que a ala direita do partido tem sido obrigada a ceder em alguns casos para evitar que a crise do partido se aprofunde. Em Olinda, o partido seguiu a política da “frente ampla” e irá apoiar o PCdoB, ao invés de lançar candidatura própria. É preciso, portanto, que os militantes do PT e de toda a esquerda que têm interesse em lutar pelo Fora Bolsonaro, continuem travando uma luta implacável contra a frente ampla e por uma política de mobilização do povo.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.