PSTU leva chefes na assembleia de Campinas (SP) para manter Bando dos Quatro na Fentect

sintect cas

No dia 12 de abril às 20 horas foi realizada a assembleia dos trabalhadores dos Correios do Sindicato de Campinas e região (Sintect-Cas).

A assembleia tinha como único ponto de pauta a eleição de delegados para o CONTECT (Congresso Nacional dos trabalhadores dos Correios) ligado à Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios).

O congresso da Fentect, a ser realizado no inicio do mês de maio deste ano, servirá para eleger a próxima diretoria da Fentect e deliberar a política do movimento sindical dos Correios para os próximos três anos.

Diante disso, os militantes do PSTU de Campinas, Paulo César e “Cidão”, preocupados em manter a secretária de Finanças nas mãos do PSTU, com o pelego Geraldinho, que mantém uma política de acordo com outros grupos pelegos, fizeram das tripas coração para eleger o maior número de delegados de Campinas.

Paulo César, vulgo Paulão do PSTU, chegou ao ponto de levar dois chefes da agência central dos Correios de Campinas para votar na sua chapa.

Logo no início da assembleia os trabalhadores denunciaram os chefes que votariam com o PSTU, e o debate sobre a eleição dos delegados ficou centrando no papel nocivo que o PSTU exerce contra a categoria e seus direitos.

Também se verificou na bancada do PSTU vários elementos de direita, que ao receber o boletim contra a prisão de Lula, declararam apoio ao golpe, à prisão de Lula e defenderam Bolsonaro.

Com medo do debate, o representante do PSTU disse que não queria debater o assunto, se colocou contra as falas de cinco minutos, mostrando que a turma que levaram no sindicato para votar na sua chapa não estava para discutir a política dos Correios, mas apenas levantar as mãos.

Depois de vários trabalhadores se revezarem nas intervenções denunciando a política patronal e de traidores do PSTU/Conlutas, como a entrega do PCSS 2008 e a última campanha salarial, onde o plano de saúde foi destruído, foi inscrita as chapas de delegados.

Foram inscritas três chapas, uma do PSTU/Conlutas, Uma da direção do Sindicato, e outra do Ecetistas em Luta/PCO, está última retirou a chapa para compor com a diretoria do Sintect/Cas ligada a Intersindical, para mostrar que a categoria terá que se unir no Congresso contra o Bando dos Quatro.

Na votação a Chapa do PSTU/Conlutas obteve 33 votos e portanto 3 delegados e a chapa da diretoria do Sintect/Cas com Ecetistas em Luta obteve 54 votos e portanto 6 delegados, não houve abstenções.

A assembleia de Campinas, igual aconteceu em 2012, mostrou que os trabalhadores dos Correios terão que reorganizar a oposição a fim de retirar o controle do movimento sindical dos Correios das mãos do Bando dos Quatro, que sequer discutem na categoria a questão do golpe no país, e uma parcela desses dirigentes sindicais, como o PSTU, apoiam abertamente a direita e a prisão de Lula.