PSTU
na matéria “ Derrotar Bolsonaro-Mourão e o seu projeto de ditadura, já!”, o PSTU não colocar a necessidade de uma ampla campanha pelo Fora Bolsonaro
PSTU e fora todos
fora todos do pstu |

Quando a direita orquestrou um golpe de Estado contra o governo do PT, em 2016, o PSTU lançou a campanha pelo “Fora Dilma, Fora Todos”. Na ocasião, salientamos que esta política ultraesquerdista somente poderia efetivamente significar uma aliança com os golpistas, pois quem estava sendo derrubada era a presidente Dilma, e não “ todos” em abstrato, tanto é assim, que o resultado conhecido é a ascensão do governo Temer, e depois da fraude eleitoral que “ elegeu” Bolsonaro.

Agora, com um governo da extrema direita, que ataca duramente os trabalhadores, que fez a reforma da previdência, que persegue as lideranças sindicais, e constantemente faz ameaças com um golpe de força, o PSTU, o partido do “ Fora Todos”, não faz uma campanha pelo “ Fora Bolsonaro”.

Assim, no texto Derrotar Bolsonaro-Mourão e o seu projeto de ditadura, já!, divulgado no site do PSTU, descobrimos que mesmo diante da possibilidade de uma ditadura, o que era a política do “ Fora Todos” na época de Dilma, não coloca como eixo a queda do governo, mas a derrota do mesmo.

O próprio titulo da matéria “ Derrotar Bolsonaro-Mourão e o seu projeto de ditadura, já!”, evidência a tentativa do PSTU em não colocar em relevo a necessidade de uma ampla campanha pelo Fora Bolsonaro. Da mesma forma, outros setores da esquerda falam em “ lutar contra”, “ abaixo” e “ fim do governo”, mas fazem uma campanha pública pela derrubada do governo, justificando que “ não é o momento”, etc, etc, etc.

Entretanto, como se diz nada como um dia após um outro, e como tem se intensificado os ataques contra o povo promovido pelo governo, com a divisão da burguesia diante da crise econômica, o “ Fora Bolsonaro” tomou as ruas do país, como vimos no Carnaval, sendo que cada vez mais movimento sociais e vários setores tem aderindo a campanha, como no caso da Marcha das Mulheres.

Em decorrência do aumento da pressão popular pelo Fora Bolsonaro, setores da esquerda, estão cada vez mais pressionados a se posicionar em relação a questão da continuidade ou não do governo Bolsonaro. Na própria nota do PSTU e no vídeo divulgado com Zé Maria, é mencionado, após muita enrolação “Tomar as ruas desse país para botar para fora Bolsonaro, Mourão e a sua trupe”. Isso revela, a importância da luta travada pelo Fora Bolsonaro, que diz respeito a uma necessidade premente da conjuntura, e que mesmo setores resistentes da esquerda estão sendo obrigados a se posicionar.

 

Relacionadas