Lula livre não, PSDB sim: Freixo quer Lula preso para poder se aliar com os golpistas

marcelo-freixo-2-compressed

Da redação – O recém eleito deputado federal pelo PSOL, Marcelo Freixo, vem revelando cada vez mais seu direitismo. Em uma declaração feita ao colunista da Época, Thiago Prado, o momento agora é de formar uma grande “Frente Democrática” e não só uma “Frente de Esquerda”. Quer dizer, a ideia de Freixo é claramente a de formar uma frente com a direita golpista, que ele nunca combateu.

Segundo Freixo, a pauta “Lula Livre” não “unifica”. Isto é, Freixo não quer pedir a Liberdade para o Lula pois segundo ele isso não unifica os setores da esquerda com os golpistas supostamente “democráticos” do PSDB. Ainda, mais Freixo diz que não se pode atacar a Operação Lava-Jato, ponto central do golpe de estado em curso, e afirma que Bolsonaro não foi eleito por meio de uma fraude eleitoral.

Freixo, demonstra mais uma vez, que está para servir à direita golpista. Um político que foi linha de frente para o aumento da repressão nas Favelas, com a campanha por mais Unidade de Polícia Pacificadoras (UPP). Além disso, foi o candidato do imperialismo em 2016 para a prefeitura do Rio de Janeiro, fazendo uma aliança com diversos setores da Globo e do judiciário.