Coronavírus
Partido aconselhou as pessoas a não serem “amigas da morte”

Por: Redação do Diário Causa Operária

Da redação – Por várias vezes, a humanidade se deparou com tentativas de alcançar a imortalidade, desde rituais à célebre pedra filosofal. Nesta semana, no entanto, o PSOL de Porto Seguro — cidade do extremo-sul baiano — teria chegado a uma receita muito mais simples, embora tremendamente falível. Em um cartaz virtual recebido com espanto por nossa redação, lê-se

Estaria tudo resolvido! Ora, para não morrer, basta não ser amiga da “dona morte”… E para romper relações com a morte — afinal, a história da humanidade, para o PSOL de Porto Seguro, seria definida pela luta entre os amigos e os inimigos da morte —, bastaria ficar em casa. Muito mais simples, obviamente, que travar uma luta política para tomar de volta tudo o que os capitalistas roubaram da população…

Send this to a friend