Frente com golpistas
PSOL de Olinda (PE) faz aliança com o PDT numa política extremamente direitista, num excelente exemplo da política de Frente Ampla com a direita
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
psol pdt olinda
PSOL faz aliança com o PDT em Olinda (PE) | Imagem: reprodução

No município de Olinda (PE) foi formada uma coligação muito peculiar com o nome “uma Olinda pra gente acreditar” entre o PDT e o PSOL. A chapa lançará como prefeito Guto Santa Cruz (PDT) e como vice Samuel Herculano (PSOL).

A chapa foi amplamente comemorada pela esquerda pernambucana e com políticos da direção nacional do PDT e do PSOL em uma suposta aliança contra o “fascismo”. O candidato a prefeito agradeceu até um elemento ligado a direita golpista como o presidente nacional do PDT Carlos Lupi

“quero agradecer ao presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, pela confiança de acreditar no meu trabalho que estou movido por uma paixão e amor à cidade”.

Toda a farofada dita durante o lançamento da campanha da chapa PDT-PSOL serve apenas para esconder que não existe nenhuma luta contra a direita ou o fascismo, mas sim uma coligação oportunista para a defesa de um programa liberal aos moldes do PDT de Ciro Gomes e outros nomes ligados a direita golpista da política nacional.

Durante a conferência os gritos dos dirigentes do PDT e do PSOL era “Liberdade e democracia”. Importante ressaltar que esse é o lema dos liberais e da direita golpista, que sob esse lema ataca diversos países.

Em meio a uma crise da esquerda no município e a uma ala direita do PT decidir apoiar o candidato do PCdoB, como foi discutido pelo companheiro Victor Assis em sua coluna semanal para o Diário da Causa Operária “Frente de esquerda” em Olinda: nada a comemorar (https://www.causaoperaria.org.br/frente-de-esquerda-em-olinda-nada-a-comemorar), o PSOL tomou uma direção ainda mais direitista indo de encontro a uma aliança liberal e que não possui nenhum resquício de luta com o PDT.

Com a crise e o avanço do fascismo contra a esquerda, o PSOL caminha cada vez mais a direita e busca alianças com setores da burguesia golpista. Não é por acaso que o partido entrou de cabeça na chamada frente ampla que incluem até FHC dentre outros elementos mais repulsivos da política nacional. O que ocorre em Olinda é apenas um exemplo de diversas outras cidades em que o PSOL apóia e busca o apoio na direita e é impulsionado pela burguesia numa forma de isolar o PT.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas