PSDB quer dar outro golpe em Dilma Rousseff nas eleições em Minas Gerais

6460827

Da redação – Devido à sua impopularidade e sua tradicional dificuldade de vencer as eleições no voto, o PSDB prometeu se articular, acionar o aparato burocrático do estado, mover a máquina judiciária golpista, tudo de novo para tentar impedir a candidatura de Dilma Rousseff ao Senado por Minas Gerais.

De acordo com o partido, mesmo sem ter perdido seus direitos políticos no Senado quando da votação pelo impeachment em abril de 2016, a presidenta deposta pela  não poderia concorrer a mais nenhum cargo político, embora ela também tenha sido absolvida no Supremo Tribunal Federal pelo mesmo fato. Trata-se, obviamente, da tentativa de dar outro golpe não só em Dilma, mas em todo povo brasileiro, que pretende votar nela mais uma vez, segundo pesquisas eleitorais realizadas nos últimos tempos.