PSDB mantém creche em área envenenada em São Paulo

Screen Shot 2018-05-16 at 10.34.23 AM

O Centro de Educação Infantil (CEI) Ponte Pequena, que atende 151 bebês e crianças de até 3 anos na região central de São Paulo tem o solo contaminado por “altas concentrações de mercúrio e chumbo”. A denúncia foi feita em relatório da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) entregue ao Ministério Público (MP), que notificou o então prefeito João Doria (PSDB) do fato em dezembro de 2017.

A contaminação por esses metais – decorrente do contato direto com o metal, inalação ou ingestão – pode causar dor de cabeça, perda de apetite, irritabilidade, dor abdominal. fraqueza muscular, falta de coordenação, dormência nas mãos e pés, erupções na pele, ansiedade, problemas de memória, fala, audição e visão.

Em seis meses de reiterados ofícios do MP, a gestão municipal direitista do PSDB – que hoje tem à frente Bruno Covas – não fez absolutamente nada para proteger as crianças do envenenamento pelos metais pesados. É evidente que elas deveriam ter sido transferidas imediatamente, mas o PSDB trata a educação pública com especial crueldade: privatiza as escolas, rouba a merenda, fornece ração humana aos estudante, espanca os secundaristas.