PSDB ataca população com aumento das tarifas do transporte público na Grande São Paulo

20180904_110723

Pelo menos três grandes prefeituras, administradas pelo  PSDB na grande São Paulo, anunciaram abusivos aumentos das tarifas do transporte público, a partir de Janeiro de 2019. As prefeituras de São Paulo governada por Bruno Covas, São Bernardo por Orlando Morando e Santo André por Paulo Serra vão reajustar respectivamente as passagens à R$ 4,40; R$ 4,75 e R$ 4,75, aumentos que chegam como em São Paulo a 10% de reajuste, ou bem perto disso como nos municípios do ABC paulista.

Enquanto os salários da classe trabalhadora de conjunto tiveram reajustes que não chegaram a 5%, enquanto o percentual de desemprego entre as variadas faixas etárias da população cresceu absurdamente após o golpe de Estado, os poderosos empresários do transporte coletivo através dos governos fascistas do PSDB aprofundam seus ataques às condições de vida da população pobre e trabalhadora.

A tarefa do momento é organizar juntamente com a luta contra o golpe de Estado, amplas manifestações contra o aumento das tarifas do transporte público dos governos fascistas do PSDB de Bruno Covas ao PSL de Bolsonaro. Não aos ataques à classe trabalhadora! Não ao aumento das tarifas!