Ditadura no Chile
Somente na manifestação desta sexta cerca de 30 pessoas foram presas por protestar contra o governo criminoso de Sebastián Piñera.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Protesto - Chile - 18-12
Protesto na chamada Alameda, região central de Santiago. | Foto por: reprodução/twitter

Nesta sexta (18) milhares voltaram às ruas da região central de Santiago para protestar e pedir a saída de Sebastián Piñera e seu governo, bem como reivindicar a libertação de centenas de presos políticos, retidos desde outubro de 2019 por acusação de “desordem pública” e semelhantes.

Os carabinieri, equivalente à Polícia Militar brasileira, agiu com extrema violência atacando os manifestantes com bombas de gás lacrimogênio, fortes jatos d’água e, principalmente, prendendo cerca de 30 pessoas com a alegação arbitrária de “causadores de graves distúrbios”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas