Mobilização popular
Neste sábado (4), foi feito um ato em frente ao MASP em homenagem às vítimas do Covid-19, que denunciava o genocídio promovido pelo Estado e reivindicava o Fora Bolsonaro.
1592081158234
Cartaz: "Estado Genocida". | Foto: Roberto Casimiro/FotoArena

Na tarde deste sábado (04), ocorreu um protesto na Avenida Paulista que homenageava as vítimas do coronavírus, denunciava o genocídio promovido pelo Estado brasileiro e reivindicava o Fora Bolsonaro.  Até o momento, são registrados mais de um milhão e quinhentos mil infectados e 63 mil mortos pelo Covid no Brasil.

O ato se concentrou em frente ao Museu de Arte de São Paulo (MASP). Os presentes mantiveram o distanciamento social e o uso de máscaras.  A violência da Polícia Militar contra a população negra e pobre nas periferias foi denunciada pelos manifestantes.

A realização do protesto prova de que é urgente tomar as ruas pela derrubada do governo Bolsonaro neste contexto de pandemia. O que não se deve fazer é a esquerda suspender as atividades políticas e partidárias, fechar os sindicatos e abandonar os trabalhadores à mercê da sorte.

 

 

 

 

Relacionadas