Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
BOI DE GUIMARAES 2
|

Desde o golpe de estado vem se repetindo e se intensificando a tendência de as festas populares serem um espaço de manifestações, de protestos políticos contra os golpistas. Na festa do bumba-meu-boi do Maranhão não foi diferente.

A festa do bumba-meu-boi é uma tradição que existe desde o século XVIII, ocorrendo todos os anos no Maranhão nos meses de junho e julho.

Esse ano na apresentação do Boi de Guimarães houve uma manifestação pela liberdade do ex-presidente Lula, que, no momento, se encontra mais uma vez na condição de preso político sob uma ditadura de direita.

A canção corajosamente entoada foi “Ô Lula, foram te prender! Enquanto a pobreza começa a sofrer. E quem tá roubando? Estão no poder”.

As festas populares, dessa forma, cumprem o papel que sempre tiveram: além de serem um momento de diversão, elas são a expressão do que se passa na psicologia das massas. Ou, como disse o grande poeta brasileiro, Chico Buarque: “uma alegria fugaz”, mas não apenas isso, pois quem tiver a honra de presenciar festas como essa poderá “ver de perto uma cidade a cantar a evolução da liberdade até o dia clarear”.

E não é por acaso que a “evolução da liberdade” expressa a luta contra o golpe e pela libertação da principal liderança popular existente atualmente no Brasil, que se chama Luiz Inácio Lula da Silva.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas