Governo rouba professores
Reinvindicaram pagamento dos salários de forma integral, uma vez que o prefeito Colbert Martins da Silva Filho tem feito descontos desde abril que chegam a 70% do salário.
IMG-20200826-WA0117
Professoras na luta | Foto: Diário Causa Operária
IMG-20200826-WA0117
Professoras na luta | Foto: Diário Causa Operária

As professoras da rede municipal de Feira de Santana na Bahia fizeram um protesto ontem pela manhã em frente à prefeitura, onde reivindicavam o pagamento dos salários de forma integral, uma vez que o prefeito Colbert Martins da Silva Filho tem feito descontos desde o mês de abril deste ano que chegam a 70% dos salários das professoras, prejudicando imensamente a sobrevivência destas profissionais, já penalizadas pela convivência com as ameaças da pandemia do Cornavírus. No mês de julho, uma liminar da justiça obrigou o prefeito a fazer o pagamento integral, mas, agora o prefeito conseguiu derrubar a liminar e ameaça as professoras com o indecente corte de salários.
Esta situação de ameaça, que verdadeiramente visa perseguir uma das categorias mais aguerridas do funcionalismo público municipal, com vistas à sua desmobilização, teve o efeito contrário, reunidas em frente à prefeitura as professoras cantavam palavras de ordem e faziam discursos cobrando do prefeito esclarecimentos a respeito do pagamento integral dos salários.
Há muitos anos as professoras e os professores do município mobilizam-se em torno de uma pauta em que alguns itens já somam mais de uma década de lutas e reivindicações. Daí o motivo do prefeito decidir perseguir sistematicamente a categoria.

Relacionadas
Send this to a friend