Fascista expõe sua política
Política genocida do fascista Jair Bolsonaro é exposta nacionalmente com seu discurso seguindo os interesses dos grandes capitalistas.
O presidente Jair Bolsonaro faz pronunciamento oficial sobre a declaração de pandemia do coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS).
Fora Bolsonaro! |

Da redação –  O Fora Bolsonaro tomou conta das redes sociais nesta última noite de terça-feira (24). Após o terceiro pronunciamento oficial em um pouco espaço de tempo, Bolsonaro veio a tona com uma série de declarações absurdas e genocidas.

De acordo com o fascista, o vírus Corona responsável por matar dezenas de milhares por todo mundo é uma mera “gripizinha”. O mesmo vírus que fez o sistema de saúde italiano entrar em puro colapso e causa panico no Brasil não seria algo importante se comparado ao interesse dos grandes capitalistas.

Em seu discurso, Bolsonaro deixa claro que o intuito de pedir o fim da quarentena é na realidade a força mais fácil de forçar o povo trabalhador a manter as grandes empresas abertas, impedindo enormes quedas nas taxas de lucros dos capitalistas e banqueiros.

Além de uma série de frases grotescas e abomináveis, que renderam tamanho ódio por parte da população, Bolsonaro aprofundou a crise interna no regime golpista.

Em mais uma declaração, Alcolumbre, líder do senado pelo DEM, voltou na mesma semana a criticar Bolsonaro. O golpista teme, assim como um grande setor da burguesia, que as declarações abertamente fascistas do presidente possam inflar ainda mais a população.

Outro fator grave de crise é os ataques entre Bolsonaro e os governadores da extrema-direita, como Witzel e Dória, ambos fascistas mas em forte crise com o governo federal.

A burguesia brasileira cada vez mais vê um racha se abrindo em seu interior, os golpistas batem cabeça por causa da crise e a população é jogada para morrer pelos grandes capitalistas que os mesmos representam.

Relacionadas