Programa médicos para ninguém: em hospital público de Andaraí (RJ) pacientes passam por situação desumana

macas hospital andarai

Cenas dignas de um verdadeiro filme de terror. É o que descreve uma extensa matéria do sítio O Globo, a figura de proa do PIG, o Partido da Imprensa Golpista, a respeito da situação do Hospital Federal do Andaraí, no Rio de Janeiro, no bairro homônimo que fica na zona norte da cidade.

Filas enormes, falta de leitos e de equipamentos básicos, mistura de pacientes em condições de saúde totalmente adversas, pessoas em condições de saúde gravíssimas esperando por dias por um tratamento que não chega. Este hospital em questão passou pela inspeção de uma comissão de vistoria do Cremerj – o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro – e do ‘glorioso’ Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, o MPRJ.

Mesmo se tratando de um hospital federal, as condições de infra-estrutura e o oferecimento do serviço são muito precárias. Podemos esperar que a situação dos demais hospitais públicos do Rio, tanto estaduais quanto municipais, se não é igual, é ainda pior.

A PEC dos gastos, aprovada por Temer, e que ainda pode ser aprofundada pelo governo golpista de Bolsonaro, é um duríssimo ataque ao fino colchão social oferecido pelo Estado brasileiro para a população pobre do país. O programa do imperialismo para a população mundial, e principalmente em um país atrasado como o Brasil, é um programa de miséria e morte.

Temos que lutar incansavelmente em defesa da saúde e da vida dos trabalhadores, e para isso, é fundamental que as organizações operárias se mobilizem contra esse governo golpista e ilegítimo. Fora Bolsonaro!