Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Na próxima quinta feira, dia 8 de março, dia internacional da mulher, professoras, professores e demais funcionários municipais de São Paulo respeitando a decisão da assembleia do dia 19 de fevereiro, entrarão em greve, em razão da reforma da previdência municipal, que tramita na Câmara Municipal do sob o Projeto de Lei nº 610/2016, que institui o Regime de Previdência Complementar/Sampaprev na Prefeitura de São Paulo.

O projeto denominado Sampaprev instituirá o Regime de Previdência Complementar e fixará o valor máximo a ser recebido pelos servidores que ingressarem na Prefeitura após a criação e autorização para funcionamento do projeto.O PL nº 621/2016, com o substitutivo encaminhado à Câmara pelo prefeito coxinha facistóide João Doria, em 19 de dezembro, quer aumentar a contribuição para o Iprem de 11% para 14%. Percentual que será acrescido de uma contribuição suplementar de 1% a 5%, para os atuais servidores ativos e para os aposentados que recebem acima de R$ 5.645,81.

Tal projeto imporá uma redução real dos salário com o aumento nos descontos salariais mensais de toda categoria de profissionais da educação de R$ 49,62 para os professores categoria 1 – JB (Jornada Básica) até R$152,94 dos professores categoria 3 -JEIF. Além deste abuso, o governo fascista vai ainda mais afundo com os servidores aposentados impondo uma contribuição extra aos milhares de aposentados, que já trabalharam e contribuíram a vida inteira.

Entre os aposentados uma parcela da categoria que hoje está isenta, passará a contribuir, como por exemplo, agentes escolares, ATEs, e professores que se aposentaram na categoria de Jornada básica, no QPE 20 E passarão a contribuir com valores de R$ 47,18 até o valor de R$ 71,00. Os aposentados que hoje em dia já contribuem com o percentual de 11%, o que é uma afronta à própria previdência, pois o servidor contribuiu durante a vida laboral para em sua aposentadoria ter salário integral  que o sustentasse em sua vida de aposentado, passarão a contribuir com valores que irão de R$152,76, chegando há um aumento do desconto de até R$438,00, para professores aposentados que estão na última categoria.

Frente a este criminoso atentado ás condições de vida dos servidores municipais, os trabalhadores decidiram greve a partir do dia 8 de março por tempo indeterminado e irão para a assembleia ratificar a luta por sua previdência.

Neste dia 8 é vital os professores compreenderem que esta luta está vinculada a luta geral contra a reforma da previdência nacional gerada pelo golpe de Estado. Sendo assim é vital o levante dos professores contra o golpe e seus desdobramentos, que já o colocaram às vésperas de um golpe militar no Brasil, com sua preparação sendo organizada no Rio de Janeiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas