Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

As escolas públicas do Estado de São Pulo, que há mais de vinte anos está nas “mãos” do PSDB, vem sofrendo com inúmeros cortes nos gastos públicos.

Nas escolas faltam de tudo, giz, café, papel sulfite, papel toalha, merenda, livros, papel higiênico, café, bolacha, livros, cadeira, produtos de limpeza etc. Além da falta de produtos que é cada dia mais alarmante. Por faltar diversos produtos, nas escolas rola uma “contribuição voluntária” para o café.

A escola pública está cada dia mais abandonada pelo governo tucano, falta de tudo nas escolas, xerox e impressão de provas são artigos de luxo, pois na maioria das vezes se tem a impressora, não tem tinta, se tem tinta não tem a folha de sulfite e assim por diante.

Depois da proibição do consumo de merenda escolar pelos professores, em algumas escolas, os professores não tem nem copo descartável para beber água e café.

O governo paulista  fala muito nos índices das escolas, como se procurasse alcançar metas de melhorias dos resultados desastrosos do processo de ensino-aprendizagem e como o caos que reina não fosse um produto direto e perseguido pelo governo inimigo do ensino público e defensor do ensino pago.
As circunstâncias impostas pela política do governo, nas quais falta até algo básico que é o café, evidenciam que – longe de perseguir qualquer melhoria na Educação – o que temos é uma política de rapina, de terra arrasada para a Educação.
Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas