Professores Paraenses há 22 dias em greve

whatsapp-image-2018-05-23-at-10.52.07-1-

Professores e estudantes da rede estadual do Pará fizeram protesto na manhã desta quarta-feira (23), em Belém, para cobrar o pagamento do piso estadual.

Eles fizeram uma caminhada da frente do Tribunal de Justiça (TJPA) até a sede da Secretaria de Estado de Administração (Sead), interditando a avenida Almirante Barroso.

O movimento grevista começou há mais de vinte dias. Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) informou que a categoria quer uma rodada de negociações com o Governo do Estado.

Uma das principais reivindicações dos professores é o pagamento do piso salarial atualizado. A categoria pede a unificação do plano de cargos e carreiras para todos os servidores, além de melhorias da estrutura das escolas.

O valor pago é de 2015, o piso nacional no valor de R$1.995 e desde então nunca foi atualizado. O piso atual seria de aproximadamente R$2.400.

A política da direita golpista é clara: atender aos interesses da burguesia. Suas medidas, como privatizações, terceirizações etc., tendem a se tornar mais amplas, aplicadas nacionalmente, tornando ainda mais precária as condições de trabalho do povo, bem como os salários cada vez mais baixos e insuficientes. Uma desvalorização total.

A situação torna indispensável e urgente a luta contra o golpe e contra todas essas medidas de ataque que se intensificam em todo o País. Todo apoio à greve dos professores paraenses.