Professores Municipais do Paraná entraram em greve

prof_parana

Depois do golpe deferido contra a presidenta eleita Dilma Rousself, vem intensificando o ataque ao ensino público em geral. Diversos cidades estão decretando greve para vencer essa ofensiva nefasta.

Os professores da rede municipal de educação de União da Vitória, no Sul do Paraná, entraram em greve nesta terça-feira (12). Os servidores pedem reajustes nos salários de 2017 e 2018, e melhorias nas estruturas das escolas.

Segundo o sindicato, 80% dos professores aderiram à paralisação. Os professores reivindicam reajuste de 13,18% por cento nos salários referentes a 2017 e 2018 e melhorias nas estruturas das escolas. A greve é por tempo indeterminado.

O objetivo é entregar para empresários parasitas a educação, a saúde e tudo que for possível, lucrar e os que não servirem para esse propósito serão sucateados até o ponto de se tornar insustentável para a população e para os servidores.

A intenção da direita golpista é acabar com tudo o que é público e beneficiar meia dúzia de capitalistas em crise às custas dos trabalhadores e de toda a população em geral.

Após o golpe, somente a mobilização dos trabalhadores pode barrar esses e todos os retrocessos promovidos pelos lacaios de plantão.