Professores municipais de Cubatão entram em greve

IMG_7476

Os professores municipais de Cubatão, município do litoral de São Paulo, entraram em greve na manhã desta quarta-feira (20). Essa é a segunda paralisação esse ano, pois a prefeitura ficou de enviar um projeto de lei que aumenta em 30% as gratificações de quem tem nível superior.

Para os professores, a administração municipal descumpriu os seguintes acordos: não encaminhou o projeto de lei para a Câmara para recomposição das perdas salariais; não fez os pagamentos de ampliação de jornada e carga suplementar; não suspendeu a tramitação das revisões de aposentadoria dos professores.

O objetivo é entregar para empresários parasitas a educação tudo que for possível, lucrar e os que não servirem para esse propósito serão sucateados até o ponto de se tornar insustentável para a população e para os servidores.

A intenção da direita golpista é acabar com tudo o que é público e beneficiar meia dúzia de capitalistas em crise às custas dos trabalhadores e de toda a população em geral.

Após o golpe, somente a mobilização dos trabalhadores pode barrar esses e todos os retrocessos promovidos pelos golpistas. Fora Bolsonaro e todos os golpistas!