Professores em greve no Piauí realizam Assembléia Geral de balanço

greve professores piaui

Da redação – Professores da rede estadual do Piauí estão em greve contra a situação de calamidade da educação pública nas mãos dos golpistas e nesta segunda-feira, 6, estão realizando Assembléia Geral para balanço das atividades. A reunião acontece desde as 9 horas no Sinte-PI e tem todo apoio do PCO. 

Na última sexta-feira, os trabalhadores completaram 57 dias de paralização pelo reajuste salarial de 6,81% para os professores e 3,91% para os funcionários e realizaram um protesto/passeata no centro de Teresina.

O governo do estado chegou a propor um acordo de ridiculos 2,8% de reajuste, mas, mesmo para isso, recuou alegando cumprimento do limite estabelecido pela “lei de responsabilidade fiscal” em período eleitoral.

Após quase três meses de paralização sem resposta positiva do governo golpista, os professores entrarão com ação judicial para lidar com o caso do aumento de salários. É importante a utilização de todos os recursos disponíveis para efetivar a luta, mas é preciso salientar que aquilo que produz a vitória do trabalhador e a sua demonstração de forças nas ruas. Por isso, é fundamental juntar a luta dos professores a luta contra o golpe, unindo o movimento operário em uma só frente de luta. Pela greve geral, abaixo o golpe, pela liberdade de Lula.