Pernambuco
Escolas da rede estadual e da rede particular paralisadas contra a politica criminosa da volta as aulas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
greve professores piaui
Greve com paralisação total do trabalho remoto contra a volta em meio a pandemia | DCO

Há uma semana do retorno às aulas imposto pelo direitista governo do PSB de Pernambuco, comandado por Paulo Câmara, os professores da rede estadual de ensino de Pernambuco decretaram greve estado de greve de toda a categoria. A decisão foi tomada em assembleia online da categoria que aconteceu na última quarta feira (30). A assembleia contou com  1,5 mil participantes do encontro convocado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco (Sintepe), 73% deles votaram pela paralisação a partir do dia 30, outros 22% votaram pela greve a partir de segunda feira, dia 5, ou seja, 95% da categoria estadual vai cruzar os braços de toda atividade remota realizada até o momento, enquanto as aulas presenciais não forem suspensas pelo resto do ano.

O Estado de Pernambuco é um dos recordistas em número de mortes por coronavírus. É o quarto, atrás de São Paulo, Rio e Ceará. A situação está muito dramática. A política do governo do PSB(Partido Socialista Brasileiro), que não tem um único fio de cabelo de socialista, pelo contrário, leva a frente uma política fascista contra os professores e a população tem sido de abrir a economia.

Também os professores da rede particular de ensino contra a política do governo de Câmara e contra a política do Sinepe, sindicato dos patrões das escolas particulares, que tem feito campanha de tipo fascista pela volta às aulas, com a colocação de inúmeros outdoors pela cidade e até organização de atos pela volta as aulas, também decretaram estado de greve.

Mesmo pressionada pela forte campanha fascista, a categoria não arredou pé da luta e aprovou o Estado de greve. Para derrotar o governo estadual na rede pública e os patrões na rede particular é necessário a greve com paralização de todo e qualquer trabalho remoto, não finalizando o ano.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas