Professores do Pará estão em greve

educacao-em-greve-sintepp-tailandia-pa

Os professores da rede municipal de Concórdia, nordeste do Pará, estão em greve desde o dia 16 de agosto, pois não tiveram reajuste salarial e tiveram cortes em suas gratificações.

Com panelas vazias nas mãos foram protestar na sede da prefeitura de concórdia contra o corte de 10% das gratificações.

Nesse ano já é a segunda paralisação dos professores municipais de concórdia, que têm sofrido com a falta de reajuste, cortes de verbas e o não pagamento de salários.

O pagamento dos professores já está há dois meses atrasado e a lei que reduz as gratificações foi aprovada pelos vereadores.

Com dois anos de golpe, o sistema educacional, que já era precário, tem se tornado uma calamidade pública, pois além dos baixos salários, os professores têm sofrido com cortes e na maioria das vezes com atraso salarial.

O golpe e os tubarões do ensino pago querem destruir de vez o ensino público e gratuito, sua intenção é privatizar e “jogar” milhões de brasileiros no analfabetismo.

Somente com a mobilização popular vamos reverter o golpe e seu projeto macabro.