CPERS
Denúncia nas redes sociais retrata política paralisante de um setor da esquerda nacional
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
cpers
Faixa da CPERS | Foto: Divulgação

A pandemia de coronavírus tem sido utilizada como pretexto, desde o mês de março, pela burocracia sindical para impor ao movimento operário uma política paralisante. Em todo o País, a maioria dos sindicatos se encontra fechada, enquanto os trabalhadores estão sofrendo os piores tipos de ataque.

Em denúncia ao CEPERS-Sindicato, que reúne os trabalhadores da educação do Rio Grande do Sul, um professor declarou, por meio das redes sociais:

Nós, professores estaduais, para piorar, ainda estamos sem sindicato. O CPERS está achando que é dupla sertaneja e só faz ‘live’.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas