Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Com o golpe avançando dia após dia, e a condenação de Lula confirmada, está cada vez mais claro que o objetivo da burguesia é prender não só Lula, mas quantas lideranças de esquerda for possível, para possibilitar a aplicação sem barreiras de um programa neoliberal que jogará a população em uma miséria nunca antes vista no Brasil.

O perigo para o ex-presidente é iminente, uma vez que seu passaporte já foi confiscado e vários juristas já ventilam a ideia de sua prisão. Resta saber qual será o próximo alvo, mas é certo que esse alvo existirá, e a coisa não vai parar por aí. Não só as lideranças, mas toda a esquerda e os movimentos sociais irão sofrer um duro recrudescimento da repressão. Movimentos de luta no campo, que já estão sendo assassinados aos montes desde o começo do golpe em 2016, vão ver a sua situação piorar exponencialmente.

A burguesia irá aproveitar esta oportunidade para aniquilar qualquer organização que se proponha a mobilizar o povo contra o governo golpista, pois eles sabem do potencial explosivo da mobilização popular.

E assim cai por terra a tese dos “realistas” da esquerda que defendiam que o impeachment não seria aprovado, Lula não seria condenado e que os golpistas não teriam coragem de prender o líder petista.

É preciso deixar as ilusões para trás. Não é mais possível levantar a bandeira da “confiança nas instituições”. A burguesia domina todas as instituições, e irá usar essa máquina para esmagar a esquerda. O caminho é mobilizar o povo na rua, reverter a situação e botar medo nos golpistas. Assim, eles irão pensar 2, 3, 4 ou 5 vezes antes de levar para frente as atrocidades que vemos diariamente.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas